Destaques Esporte

Casa de ex-presidente do Cruzeiro é alvo de bomba e pichação

10 de outubro de 2020

Casa de ex-presidente do Cruzeiro foi alvo de vandalismo após a derrota da Raposa para o Sampaio Corrêa. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – A residência de Gilvan de Pinho Tavares, ex-presidente do Cruzeiro, foi atacada com bomba e pichada na madrugada de sexta-feira, 9. A vizinhança ficou assustada com o movimento violento. O ex-dirigente disse que vai encaminhar as imagens do sistema de segurança para a Polícia Militar.

Todo mundo ficou apavorado. Jogaram bomba, quebraram telha. Agora, a vizinhança deve contratar uma vigilância para fazer a segurança. Foi tudo gravado pelas câmeras de segurança. Nós comunicamos a Polícia Militar, as imagens são muito nítidas. Isso não pode ficar impune. Estão colocando a vida de pessoas em risco”, disse o ex-presidente do Cruzeiro, ao Superesportes.

Gilvan acredita que essa ação foi motivada pela crise do clube e pelas críticas do presidente Sérgio Santos Rodrigues a gestões anteriores, em live realizada na quinta-feira.  “Provavelmente, foi a fala do Sérgio que motivou essa reação da torcida. Estão tentando encontrar um culpado para tudo de ruim que está acontecendo com o Cruzeiro, mas essa culpa não é minha. Decepção total com a torcida e com o que os dirigentes estão falando de mim”.