Destaques Moda

Carmen Miranda no ‘Pipoca’ hoje

24 de novembro de 2020

Filme de 1943 foi o quinto de Carmem Miranda em Hollywood. / Foto: Divulgação

O filme em cartaz nesta terça-feira no Cine Clube Pipoca & Bala Pipper, em Passos, é “Entre a loura e a morena”, de 1943. Dirigido por um dos maiores coreógrafos e diretor de filmes musicais da Era de Ouro hollywoodiana, Busby Berkeley, o filme gira em torno de um triângulo amoroso cheio de confusões. Conta também com a nossa “pequena notável”, Carmen Miranda, diva e musa eterna, inspiradora das fantasias de carnaval desde sempre.

Os pontos altos do filme são os números musicais, a começar com a belíssima interpretação de “Aquarela do Brasil” na voz de Aloysio de Oliveira, que abre o filme com a política de boa vizinhança estabelecida entre Estados Unidos e Brasil durante a Segunda Guerra. O pico é atingido com “The Lady in the Tutti Frutti hat”, com o icônico chapéu de bananas fálicas de Carmen.

O filme Entre a Loura e a Morena (The Gang’s All Here) foi lançado nos Estados Unidos em 24 de dezembro 1943, mas segundo a Cinemateca Brasileira só foi exibido no Brasil em 05 de novembro de 1944, no Ipiranga em São Paulo. Este foi o quinto longa-metragem de Carmen Miranda nos Estados Unidos pela Twentieth Century Fox, o qual vinha fazendo grandes investimentos nesse gênero de filmes, a comédia-musical, e chegou a receber uma indicação ao Oscar de Melhor Direção de Arte em 1944.

Os números musicais de Carmen e seus figurinos eram extremamente coloridos, assim, a filmagem em cores beneficiava sua presença na tela. A película contava ainda com a direção de Busby Berkeley e um elenco de grandes estrelas da época, como Alice Faye (Edie Allen) e Carmen Miranda (Dorita), os músicos Phil Baker, Benny Goodman e sua Orquestra e o dançarino Tony De Marco. Isso tudo contribuía para o objetivo de se criar um grande espetáculo na tela, que transportava os cenários dos Cafés Concerto para dentro do cinema, tanto que o enredo desse gênero, geralmente envolvia a vida de artistas desses palcos, como é o caso de “Entre a Loura e a Morena”.

O filme se passa no contexto da II Guerra Mundial e conta a história de um oficial do exército de família abastada que se apaixona por uma cantora de um café concerto nobre da cidade, o New Yorker, apenas um dia antes de partir para uma missão. No entanto, o oficial é noivo de outra moça. A paixão entre a cantora e o oficial é alimentada por meio de cartas calorosas. São as duas performances interpretadas por Carmem Miranda os pontos altos do filme, e também os mais famosos de sua carreira, quando canta “Aquarela do Brasil” no começo e “The Lady In The Tutti Frutti Hat” no meio. Além destas, Carmen também canta “Paducah” , “You Discover You’re In New York” e “A Journey To A Star”, em letras que misturam o inglês com os trocadilhos acelerados em português.

ENTRE A LOURA E A MORENA (The Gang’s All Here). EUA, 1943. Gênero: Comédia Musical/Romance. Diretor: Busby Berkeley. Elenco: Alice Faye, Carmen Miranda, James Ellison. Cine Clube Pipoca & Bala Pipper, anfiteatro da Casa da Cultura, em Passos, nesta terça-feira, 20h00.