Destaques Eleições 2020

Candidatos propõem planos para geração de empregos

4 de novembro de 2020

PASSOS – Nesta terceira publicação sobre as principais propostas de governo dos candidatos à prefeitura de Passos, a Folha traz os destaques para a área de trabalho e renda. Todas as informações foram passadas pelos postulantes ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), e estão disponíveis no site “Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais” para livre consulta.

De modo geral, todos os concorrentes pretendem investir no setor de turismo para a geração de empregos. O primeiro sorteado para divulgação de seus projetos, Aquiles Grintaci Vasconcellos, pretende disponibilizar, com antecedência, os editais de licitação da prefeitura. Assim, conforme o postulante, as empresas do município poderão se preparar melhor para atender às demandas locais e, consequentemente, deverão gerar mais oportunidades de trabalho aos cidadãos.

Alexandre Maia intenciona apostar na prospecção de novas empresas para a cidade e no incentivo às instituições já presentes. Consta em seu plano de governo o objetivo de trazer a Passos mais universidades privadas para desenvolver a economia, uma vez que os universitários proporcionariam aumento na procura por imóveis de locação, bem como em outros serviços.

Juarez Moreira propõe a criação do programa “Mais Futuro: Do Pré-natal ao Primeiro Emprego”, que tem por objetivo garantir que as crianças e jovens tenham uma formação adequada para construir um futuro promissor. Pensando no cenário pós covid, o candidato pretende explorar ao máximo a vocação local para turismo, assim como investir em logística e tecnologia.

Ele também tem o intuito de criar: uma agência de desenvolvimento econômico e social para apoio à geração de renda; cooperativas para prestação de serviços à prefeitura; o Fundo Municipal do Empreendedor de Passos, que irá financiar projetos de pessoas que não têm acesso ao crédito formal; e um programa de capacitação técnica para jovens. Além disso, pretende simplificar a legislação municipal para novos negócios.

Já Virgínio Leopoldino tem a intenção de tornar Passos destaque estadual pela alta atratividade de negócios. Para que o município se torne referência, o candidato buscará atrair novas empresas por meio de incentivos fiscais e apostará no setor de indústria, tecnologia e turismo. Quanto às empresas de grande porte a serem instaladas no município, Leopoldino promete a definição de cotas para moradores de Passos no quadro funcional para cada setor de atuação.

O postulante ainda intenciona disponibilizar área para instalação de uma central de compras e distribuição de madeiras, otimizando o custo da matéria-prima para a indústria moveleira. Ele também tem o objetivo de viabilizar a implantação de uma central de abastecimento de alimentos (Ceasa) para favorecer os pequenos e grandes produtores rurais de Passos.


Atrair indústrias

Para gerar emprego e renda, Rodrigo Moraes Soares Maia pretende apoiar as empresas do município e atrair indústrias de diferentes setores. Em seu projeto, o postulante informa que, caso eleito, vai dotar a Secretaria de Indústria Comércio e Turismo (Sictur) de uma equipe denominada “Equipe de Prospecção”, que será encarregada de descobrir empresas que queiram expandir e que estejam em busca de incentivos fiscais para se instalar em outros locais do Brasil.

Além do incentivo ao turismo convencional e ao de compras, Maia tem a intenção de implantar um programa de coleta seletiva em todos os bairros, que também deve colaborar para a geração de emprego. André Husemann Patti almeja a implementação da chamada “Central de Trabalho e Renda”, cujo objetivo é estimular a cadeia produtiva voltada ao mercado de reciclagem como forma de geração de novas oportunidades de trabalho.

Por último, Diego Oliveira pretende viabilizar uma escola técnica para formação de marceneiros, evitando que os proprietários das indústrias moveleiras tenham que recorrer a mão de obra em outros municípios. O concorrente ainda planeja apoiar o setor da indústria de confecção, estimulando e facilitando a vinda de consumidores de outros locais. No lugar onde funcionava o restaurante popular na avenida Comendador Francisco Avelino Maia, em parceria com as indústrias confeccionistas, Oliveira buscará realizar adaptações para criar um ponto de apoio aos consumidores que vêm de outras regiões. Ele ainda deseja realizar estudos para que Passos possa ter produção direcionada à confecção de artigos de praia, bem como fábrica de lanchas e barcos, uma vez que esse tipo de mercado é pouco explorado na região.

As informações estão disponíveis no site “Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais” para livre consulta. / Foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM: URNAS DO PLEITO ELEITORAL DE PASSOS JÁ TÊM CARGA OFICIAL DE CANDIDATOS