Destaques Política

Candidatos propõem Bilhete Único e revisão em contrato

Por Beatriz Silva / Redação

12 de novembro de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – Replanejamento, modernização e revisão de contratos são algumas das promessas dos candidatos a prefeito de Passos para a mobilidade urbana. Nesta quinta-feira, 12, a Folha encerra a sua série de matérias com as principais propostas dos postulantes e, para mais informações, os interessados podem acessar o portal online “Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais”, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O primeiro sorteado para apresentação das propostas, Juarez Moreira, pretende adotar os princípios da Política Nacional de Mobilidade Urbana (PNMU) como diretrizes para o desenvolvimento de projetos de modais, infraestrutura e obtenção de financiamentos. O candidato ainda intenciona realizar ações, programas e projetos tecnológicos para o desenvolvimento de políticas de trânsito e mobilidade urbana, buscando a melhoria do fluxo de veículos e pedestres.

Rodrigo Moraes Soares Maia promete rever o contrato de prestação de serviços do transporte público e os espaços destinados a ponto de ônibus. O postulante ao cargo de chefe do Executivo também buscará implantar ciclovias e espaços para caminhadas; reestruturar o sistema de tráfego; implementar soluções diversas de engenharia de tráfego e operação do trânsito; e instalar semáforos e faixas de pedestres elevadas nos locais de grande demanda de usuários.

Caso eleito, Maia tem o objetivo de realizar palestras, atividades lúdicas e campanhas que visem à mudança comportamental e redução de acidentes, mortos e feridos em vias públicas, além de desenvolver um estudo para avaliar maneiras possíveis para a dinamização do trânsito em horários de pico, tanto em relação ao deslocamento quanto ao estacionamento.

Aquiles Grintaci Vasconcellos, o terceiro sorteado para apresentação de suas propostas, não expôs planos específicos para a mobilidade urbana. Em sequência, Alexandre Maia Lemos assegura prioridade aos portadores de deficiência no transporte.


Bilhete Único

Por sua vez, Virgínio Leopoldino planeja integrar todos os meios de transporte público por meio do Bilhete Único. O candidato promete licitar e modernizar 100% da frota de ônibus, adotando veículos com ar-condicionado, motor traseiro e recursos de acessibilidade.

Também integram as propostas de Leopoldino a revisão da sinalização viária da cidade; a oferta de incentivos às empresas que facilitarem o deslocamento de seus colaboradores por meio de transportes alternativos e ecologicamente corretos; e a busca de parcerias com as cidades vizinhas, de aproximadamente 20 quilômetros de distância, para implantar transporte coletivo comum.

Diego Rodrigo de Oliveira, que planeja a instalação de um novo polo industrial, garante a implantação de uma linha de ônibus para facilitar o transporte dos trabalhadores deste setor. Por último, André Husemann Patti almeja implantar o sistema de Bilhete Único no município; modernizar as operações de trânsito com vistas à mobilidade urbana; implementar redes de ciclovias; e qualificar o controle e gestão dos serviços de transporte.

Patti também planeja implementar políticas públicas e formas de controle para melhoria dos serviços de táxi, mototáxi, fretamento seletivo e transporte escolar. Além disso, ele promete políticas de ações para motoboys e motociclistas; a gestão econômica do transporte público, melhorando o controle sobre os valores das tarifas; a estruturação do sistema de comunicação com os usuários de transporte coletivo e trânsito; e a criação do serviço de atendimento ao usuário para orientação sobre o uso dos sistemas de transporte e trânsito.