Destaques Política

Câmara debate projeto do Plano Diretor

16 de junho de 2021

Foto :/ Reprodução

PASSOS – A Câmara de Passos começa a debater o projeto do novo Plano Diretor, que vai nortear o planejamento e o crescimento da cidade nos próximos anos. Para moldar uma legislação que é de interesse de toda a comunidade, o Poder Legislativo está convidando a população a participar da discussão do projeto.

Desde a semana passada o projeto original, na íntegra, enviado pelo Executivo, está disponível no site da Câmara (camarapassos.mg.gov.br) e os cidadãos podem enviar sugestões por e-mail.

“Queremos a participação da população, nosso objetivo é que todos possam opinar, encaminhar suas dúvidas, dar opiniões”, afirma o presidente da Câmara, Alex Bueno. Segundo ele, para estimular o debate, a Câmara deve encaminhar ofício a todos os segmentos da comunidade, informando sobre a discussão do projeto. Também será realizada uma audiência pública.

Festival de Teatro

Em sua 19ª reunião ordinária, realizada na tarde de segunda-feira, 14, a Câmara Municipal de Passos aprovou 6 projetos de lei enviados pelo Executivo e seis requerimentos de vereadores.

Os projetos aprovados tratam da abertura de créditos adicionais e suplementar ao orçamento do município, beneficiando duas secretarias, com recursos da ordem de cerca de R$1,9 milhão.

Os vereadores realizaram também uma reunião extraordinária, no final da tarde, a fim de agilizar a votação em segundo turno de projeto do Executivo que trata da transferência de R$20 mil para a Associação de Desenvolvimento Cultural Regional (Adesc). Os recursos devem ser destinados à 5ª edição do Festival Nacional de Teatro de Passos.

Foram aprovados requerimentos dos vereadores Francisco Sena, Edmilson Amparado, Michael Silveira e Plinio Andrade.
No grande expediente fizeram pronunciamentos os vereadores Michael Silveira, João Serapião, Aline Macedo, Maurício Silva, Plínio Andrade, Edmilson Amparado, Luis Carlos do Souto e Dirceu Soares.

No início da ordinária os vereadores ouviram exposição da coordenadora de Atenção Primária da Secretaria de Saúde, Clarissa Leão Carneiro, que explicou sobre a implantação do centro de atendimento inicial ao sintomático respiratório.