Destaques Política

Câmara de Passos aprova PL de aproveitamento de madeira de poda

23 de junho de 2020

Foto: Helder Almeida

PASSOS – A Câmara Municipal de Passos, em sua 21ª reunião ordinária, realizada ontem, aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei nº 008/2020, de autoria do vereador Iran Parreira, que institui o programa de aproveitamento de madeira de poda de árvores. De autoria do mesmo parlamentar, também foi aprovado requerimento que solicita à prefeitura o cumprimento, e consequente fiscalização, da Lei Municipal nº 2.297/2002, a qual obriga o uso de focinheiras em cães das raças Pitbull, Terrier Rottweiler, Doberman e Fila Brasileiro durante passeios.

Do mesmo modo, elaborados pela vereadora Maria Aparecida dos Reis Jerônimo, a Dona Cida, os Requerimentos 198/2020 e 199/2020 foram aprovados por unanimidade. No primeiro pedido, a parlamentar solicitou à diretoria do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) a limpeza e desobstrução da rede de esgoto da rua Trovador. Já no segundo requerimento, foram solicitadas informações sobre a implantação do Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial à prefeitura.

No grande expediente, o vereador Téo Lemos solicitou atenção quanto ao cumprimento do Decreto nº 1.678, de 19 de junho, uma vez que muitos estabelecimentos comerciais têm desrespeitado o horário limite para atendimento presencial, que por sua vez, é permitido pelo executivo até às 22h. Lemos ainda pediu que a população demonstre mais respeito aos servidores que atuam voluntariamente na brigada e na barreira sanitária de combate a covid-19.

Por sua vez, Dona Cida sugeriu que o atendimento de crianças realizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) seja transferido para o ambulatório CSU, a mudança seria necessária para evitar possíveis transmissões de doenças aos menores que acabam tendo proximidade aos adultos enquanto esperam duas consultas.

Por último, Isabel Ribeiro, a Belinha, chamou tenção para a situação da rua João Teixeira Mendes, onde, segundo a vereadora, inúmeros comerciantes continuam sendo prejudicados, bem como o trafego para caminhões, em vista de que não é permitida a circulação em vias ao redor do local.