Destaques Política

Câmara aprova adicional a profissionais que atuam no combate ao coronavírus

6 de julho de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – A Câmara de Passos realizou quatro reuniões extraordinárias na tarde de sexta-feira, 3. Durante as reuniões, foram votadas a criação da gratificação para os profissionais que atuam no enfrentamento da covid-19, a abertura de crédito para que essa gratificação possa ocorrer tanto para os profissionais da saúde que atuam no combate à pandemia do coronavírus quanto para preceptores que recebem os alunos de faculdades de medicina do município, e a correção do número dos trabalhadores do magistério.

De acordo com o presidente do Legislativo, Rodrigo Maia, as sessões foram realizadas às pressas, a pedido do Executivo.

Sexta-feira, 3, foi o último dia para a criação de gastos do município, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse.

Foram votados quatro projetos, entre eles o PL que cria a gratificação de emergência em saúde pública para agentes que atuam no combate ao novo coronavírus e que vai beneficiar profissionais da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de suporte e que trabalham na Brigada de Enfrentamento da covid-19.

Esses profissionais, a partir de agora, vão receber R$ 10 por hora trabalhada, que será uma gratificação para o enfrentamento à covid-19. Sendo assim, qualquer funcionário que participar de ações no gripário da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ou na brigada de enfrentamento, vai ter o direito a esse benefício”, disse Rodrigo.

Na primeira extraordinária, os vereadores aprovaram projeto de lei nº 015/2020, que dispõe sobre a criação do Núcleo de Educação em Saúde, cria o programa de tutoria e disciplina o plano de gratificações, visando prestigiar a formação acadêmica. Segundo Maia, há na UPA profissionais da saúde que são os preceptores dos alunos de medicina da cidade.

Temos duas universidades de medicina em Passos. Os profissionais formados têm a função de ensinar esses alunos na UPA e, por conta disso, esses trabalhadores recebem um pouco a mais para fazer isso, em contrapartida, os alunos de nossa cidade vão atender a população e beneficiar os passenses em nossos atendimentos”, explicou.

O plenário ainda começou a apreciar o projeto de lei complementar nº 002/2020, que dispõe sobre adequações no plano de carreira do magistério.

Também foi colocado em votação e aprovado por unanimidade em turno único o projeto de lei nº 022/2020, que autoriza o Executivo a promover a abertura de crédito adicional ao orçamento, em favor da Secretaria Municipal de Saúde.

Esse crédito é referente ao pagamento do pessoal que está trabalhando no enfrentamento à covid-19”, finalizou.