Destaques Geral

Bom Jesus da Penha lidera ranking sobre informações fiscais na região

Por Nathália Araújo / Redação

4 de dezembro de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Bom Jesus da Penha é o município da região com a melhor colocação no ranking Qualidade das Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi), realizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). O município ficou no 630º lugar e também é único com classificação abaixo de mil no ranking. No ano passado, Bom Jesus também foi o primeiro colocado na região, com a 609ª na classificação geral. O levantamento é desenvolvido com o objetivo de avaliar e melhorar a consistência e transparência dos dados recebidos pelo sistema público. Santa Teresa, município do Rio Grande do Sul, ocupa a primeira posição no país. Belo Horizonte, que ficou em 20º lugar no ranking geral de municípios, foi a capital mais bem posicionada pelo segundo ano consecutivo, como 85.8 pontos (98,6%).

Das 25 cidades da região, além de Bom Jesus, outras quatro estão entre os primeiros dois mil colocados, sendo São Tomás de Aquino (1.172º lugar), Claraval (1.427º), Cássia (1.789º) e Alpinópolis (1.865º). Os quatro municípios também tiveram queda em relação ao ranking de 2020. No ano passado, São Tomás ocupava a 1.114ª posição, Claraval estava em 1.351º lugar, Cássia ficou em 1.681º e Alpinópolis ocupava a 1.758ª posição. Itaú de Minas, que aparece em 5.443º lugar, é o município da região com a pior classificação, seguido por Delfinópolis (5.069º), São João Batista do Glória (4.967º), Guapé (4.582º), Passos (4.512º) e Itamogi (4.352º).

Entre as três maiores cidades da região, Piumhi, que ocupa a 2.675ª posição, foi a melhor colocada, seguida por Paraíso (3.423º lugar) e Passos (4.512º lugar). Os três municípios também caíram em relação ao ano ranking do passado, quando ocupavam a 2.520ª posição (Piumhi), 3.217ª (Paraíso) e 4.197ª (Passos).

O sistema de avaliações considera quatro dimensões para atribuir as notas, sendo a Gestão da Informação, Informações Contábeis, Informações Fiscais e Informações Contábeis versus Informações Fiscais. Cada categoria conta com um conjunto de apurações com um mesmo objetivo ou que se relacionem às informações, o que ajuda a compor o Manual de Contabilidade Aplicada ao Setor Publico (Mcasp), Manual de Demonstrativos Fiscais (MDF) nas instruções e guias de preenchimento do Siconfi.

Conforme a STN, a comparação de desempenho dos entes entre as edições de 2020 (dados de 2019) e 2021 (dados de 2020) mostra que houve melhoria na qualidade e consistência das informações enviadas, tendo os municípios aumentado em 10,4% os acertos das informações verificadas entre os exercícios, enquanto em âmbito estadual o crescimento foi de 8% do número de informações consideradas corretas segundo.

Para a realização do balanço de 2021, foram criadas novas verificações que contribuem com a qualidade e veracidade das pesquisas. Além da versão já divulgada, uma atualização diária deve corrigir o painel, caso novas declarações sejam recebidas pelo órgão responsável.