Destaques Geral

Barra prepara rota rural e novos atrativos turísticos

Por Adriana Dias / Redação

6 de julho de 2020

Foto: Divulgação

S.J. DA BARRA – A Administração de São José da Barra continua trabalhando a todo vapor, preocupada em realizar melhorias e embelezar a cidade. Com a pandemia do coronavírus, as ações que vinham sendo desenvolvidas não foram paralisadas para que, quando tudo isso passar, os turistas tenham novidades. Dentre elas, estão as rotas de turismo rural, quatro vales, a praia Ponta da Serra, mirante 360º e mergulho em águas da cidade submersa Barra Velha. Tudo isso ficou definido em reunião realizada no último dia 29.

De acordo com o prefeito Paulo Sergio Leandro de Oliveira, o Serginho, esta é a primeira gestão realmente preocupada em colocar São José da Barra no mapa do turismo.

Junto com o desenvolvimento do turismo, nos preocupamos em ter uma cidade agradável para morar, com acesso a uma boa educação e sistema de saúde. No início do mandato, corremos atrás para sermos incluídos no ICMS Turístico e realizamos diversos cursos voltados ao turismo. O trabalho continuou e hoje estamos oficialmente no Mapa do Turismo como pertencente ao Circuito Nascentes das Gerais e Canastra”, disse Serginho.

Conforme explicou a secretária de Educação, Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Luciene Gomes de Oliveira Mandello, ainda não há uma data para o retorno da abertura para o turismo no município, porém, quando for aberto, todo o ordenamento já estará pronto.

A reunião realizada dia 29 contou com as participações da presidente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Denize Azevedo, do presidente da Associação dos Empresários de Turismo (Asetur), Roberto Obvioslo, do vice-presidente tanto do Comtur quanto da Asetur, Vinícius Barbosa Benetti, da assessora de Turismo e Cultura, Lorraine Oliveira Nunez, e nós da secretaria. Nesta reunião, definimos novas estratégias para o turismo de São José da Barra. Foram abordados, dentre os assuntos, o ordenamento do uso das praias e pontos turísticos da represa do Lago de Furnas, processo de instalação do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e os novos roteiros que serão ofertados aos turistas assim que a pandemia passar”, disse Luciene.

Ainda conforme informou a secretária, agora, como não podem ser recebidos os turistas, a administração municipal está se organizando.

Vamos correr atrás de outros caminhos para que o turismo de São José da Barra seja reconhecido nacional e internacionalmente. Temos como exemplo o projeto da Prainha que está prestes a ser iniciada a obra, provavelmente no próximo dia 13. Também há projetos de pistas e ciclovias interligando bairros, dentre vários outros que, além de proporcionar lazer para a população, vai embelezar o município”, informou.

Além da Praia da Ponta da Serra, que em 90 dias poderá ser inaugurada a primeira etapa, com restaurante, vestiários, portaria e dois píeres, a prefeitura está em fase final de elaboração da rota do turismo rural com três destinos.

Um deles é a rota da rapadura, o outro, a rota da pinga (cachaça) e o outro, do queijo e do mel. São aproximadamente 30 quilômetros para fazer a rota em um único dia. Todos os parceiros já estão se mobilizando para receber os turistas. As outras atrações que estão em fase final de mapeamento são os vales. São eles: Vale dos Cabritos, Vale dos Tucanos, Vale das Seriemas, Vale do Lobo Guará, sendo que todos têm acesso pelas águas do Lago de Furnas.

Reconhecemos ser o turismo uma grande força motriz para gerar emprego, renda e desenvolvimento, criando oportunidades para todos. Nosso turismo está sendo estudado e planejado, juntamente com a Asetur e com os empresários que muito vêm colaborando para que não se torne um meio predatório e insustentável, e sim um exemplo do qual possamos nos orgulhar”, informou Luciene.

Lorraine contou que o setor de turismo será retomado de forma gradual, assim como em todo o país, com base em informações coletadas no observatório do turismo. O primeiro ramo são viagens essenciais (saúde e visita a parentes). A segunda será doméstica, para lazer e trabalho; a terceira será a retomada de eventos corporativos e culturais e, a quarta, retomada de viagens internacionais.

Com base nestes dados, enxergamos que, quando o turismo for voltando, as pessoas vão querer viajar mais internamente, mais dentro da sua própria região, país. O que levantamos é que o turista vai viajar para algum lugar em que tomou todas as medidas de segurança sanitária. Neste sentido, São José da Barra tem tomado todas as medidas”, informou.