Coluna MG Destaques

Baixa renda é mais afetada

14 de novembro de 2020

Uma pesquisa realizada pelo Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) indicou que os bairros ocupados por população de baixa renda são os mais afetados pela Covid-19 em Uberlândia. Segundo um dos autores do estudo, o discente Eduardo Nunes, o resultado reforça a ideia de que a doença afeta mais a vida de pessoas com poucas condições financeiras. O levantamento foi feito com base nos casos de coronavírus confirmados e notificados na cidade entre os meses de março a junho, que foi de 1.740 pessoas. (Diário de Uberlândia)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Centro de distribuição
  • Alerta sobre golpe
  • Projeto cidade inteligente
  • Fundamental incompleto
  • Bancários protestam

Centro de distribuição

O Mercado Livre, empresa argentina de comércio eletrônico, vai instalar um centro de distribuição em Extrema, no Sul de Minas Gerais. A expectativa é que o investimento gere 1.400 empregos diretos e indiretos na região. De acordo com o governo do Estado, a companhia vai atuar em duas operações na cidade: a Mercado Envios, voltada para o armazenamento e logística de empresas parceiras que utilizam a plataforma de vendas, e a Ebazar, empresa do grupo que controla a operação própria de e-commerce. (A Folha Regional- Muzambinho)

Alerta sobre golpe

A prefeitura de Divinópolis emitiu comunicado na quinta-feira, 12, alertando a população sobre mensagens falsas que estão circulando na internet envolvendo um possível programa de “auxílio natalino”. O mesmo alerta já havia sido feito pela Prefeitura de Formiga na sexta-feira passada, 6. A mensagem que circula por aplicativo de mensagem informa que vai dar beneficio de R$125 para quem se cadastrar e compartilhar um link. Entretanto, os Executivos afirmam que não existe esse auxílio. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

Projeto cidade inteligente

A cidade de Ouro Preto, uma das primeiras cidades históricas a investir em um projeto para se transformar em Cidade Inteligente, está modernizando todo o sistema de iluminação pública. A substituição das luminárias comuns pelas de LED, que têm maior poder de luminosidade, durabilidade e menor consumo, já aconteceu em várias ruas da sede e dos distritos. A diferença é grande e já pode ser sentida por todos. A troca das luminárias está na reta final, onde a Prefeitura já implantou 70% da iluminação em LED no município. O novo sistema de iluminação, além de gerar uma grande economia de energia, garante também mais segurança aos moradores, aos visitantes e ao patrimônio histórico. (Jornal O Liberal Net- Itabirito)

Fundamental incompleto

Entre as 29.754 pessoas habilitadas a votar em Andradas, a maior parte é composta por quem possui ensino fundamental incompleto. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 36,2% do eleitorado – ou 10.771 pessoas – têm apenas o Ensino Fundamental Incompleto. Já outros 7,01% possuem o Ensino Fundamental Completo. Além disso, na cidade 18,87% dos eleitores têm Ensino Médio Incompleto, enquanto outros 16,25% possuem Ensino Médio Completo. Há ainda em Andradas, 6,63% dos eleitores com Ensino Superior Completo e 3,97% com Superior Incompleto. Ainda conforme os dados do TSE, Andradas possui também 6,64% dos eleitores que apenas Lê e Escreve e outros 4,31% de Analfabetos. (Portal da Cidade- Andradas)

Bancários protestam

Pela terceira vez, bancários manifestaram contra as demissões no Banco Bradesco em Uberaba. Na semana que passou o serviço foi paralisado nas cinco agências da cidade, onde até ao meio-dia foi mantido apenas o autoatendimento. Para o presidente do Sindicato dos Bancários, Diego Bunazar, a instituição que lucra R$1,5 bilhão por mês tem condições de manter os empregos e prestar um serviço digno à população. Mas a atual situação gera precarização do atendimento e do trabalho. (Jornal da Manhã- Uberaba)

Rede de Notícias do Sindijori MG