Destaques Geral

Audiência define pagamento a produtores de café em Muzambinho

3 de novembro de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – Após o fechamento inesperado do armazém Grão Verde, que ocorreu no início do mês de setembro, em Muzambinho, os empresários responsáveis e os produtores rurais que foram lesados, compareceram a uma nova audiência judicial na tarde da última segunda-feira, 26. Na ocasião, foi definida a ordem dos que devem receber o reembolso, visto que os proprietários venderam as sacas de café que ainda estavam estocadas e um imóvel para conseguir recursos suficientes para efetuar os pagamentos pendentes.

Os primeiros da lista para receber os valores são 167 cafeicultores que já haviam fechado as vendas para a empresa e que ainda não tiveram o montante total transferido, considerando que em alguns casos, a dívida chega a R$21 mil. Além disso, também ficou definido que os pagamentos devem ser realizados de maneira integral, ainda nesta semana e, deste modo, um novo encontro com a justiça foi agendado para o dia 16 de dezembro, para conferir o cumprimento das ações e definir os próximos passos do processo.

Para Rodrigo de Almeida Machado, presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Muzambinho, a prioridade de todos é a garantia dos pagamentos e a definição de como estes devem ser efetuados.

Queremos resolver este problema o mais rápido possível, porque não podemos deixar os produtores desamparados. Todos trabalharam muito para garantir os lucros do café e agora precisam do dinheiro, então temos que ajudar quem ainda não tem o recebimento estabelecido pela justiça”, disse o representante do grupo.

Sabendo que a Grão Verde alega possuir o total de R$5 milhões a serem pagos por credores, Messias Lemes da Silva, produtor rural que teve prejuízos com a situação, destaca que está preocupado com o futuro do processo.

LEIA TAMBÉM: Homem vai a óbito com ferimentos na cabeça, na vila São José