Destaques Esporte

Atlético encerra pendências na lista de dispensa de Sampaoli

23 de outubro de 2020

Jorge Sampaoli foi o mentor de mudanças drásticas no elenco do Atlético. / Foto: Divulgação

BELO HORIZONTE – Em 8 de maio, a lista de jogadores dispensados pelo técnico Jorge Sampaoli era noticiada pela imprensa. Passados cinco meses e meio, a diretoria do Atlético, enfim, encerrou as ‘pendências’ e encontrou destino para o último dos sete atletas retirados dos planos pelo comandante argentino: o volante Zé Welison, que está a caminho do Botafogo.

Além do meio-campista, foram afastados pelo técnico naquela ocasião o lateral-esquerdo Lucas Hernández, o volante Ramón Martínez e os atacantes Ricardo Oliveira, Franco Di Santo, Edinho e Clayton. No processo de reformulação do elenco, também deixaram o clube, a partir da chegada de Sampaoli, outros dez jogadores: os goleiros Matheus Mendes e Michael, o zagueiro Iago Maidana, o lateral-direito Patric, o lateral-esquerdo Fábio Santos, os volantes Léo Sena e Lucas Cândido, os meias Otero e Cazares, além do atacante Bruninho.

Hoje, a situação da maioria já está encaminhada. Matheus Mendes foi emprestado ao CSA até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro, em janeiro de 2021; Michael, ao Paços de Ferreira, de Portugal, até julho de 2021; Lucas Hernández, ao Cuiabá até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro, em janeiro de 2021; e Iago Maidana, ao Sport até dezembro. Além disso, Zé Welison tem empréstimo apalavrado com o Botafogo até o fim do Campeonato Carioca de 2021; Léo Sena foi emprestado ao Spezia, da Itália, até junho de 2021; e Ramón Martínez, ao Coritiba até o fim do Campeonato Brasileiro, em fevereiro de 2021.

Já Fábio Santos rescindiu contrato com o Atlético e acertou com o Corinthians até dezembro de 2021, assim como Patric, que fica no Sport até dezembro de 2021. Ademais, Lucas Cândido acertou com o Vitória; Cazares, com o Corinthians até junho de 2021; Franco Di Santo, com o San Lorenzo, da Argentina; e Clayton, com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

Por fim, Otero foi emprestado ao Corinthians até julho de 2021; Bruninho também, mas ao Sport, até dezembro; e Edinho, ao Daejeon Hana Citizen, da Coreia do Sul. Ricardo Oliveira conseguiu rescisão com o Atlético na Justiça do Trabalho e acertou com o Coritiba.