Destaques Esporte

Atlético desiste de recorrer contra decisão que mantém o Palmeiras na final

9 de outubro de 2021

Reserva, Deyverson invadiu gramado no lance do gol do Palmeiras contra o Atlético./ Foto: Divulgação.

BELO HORIZONTE – O Atlético resolveu não recorrer contra a decisão da Comissão Disciplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) que mantém o Palmeiras na final da Copa Libertadores. O clube alvinegro havia acionado a entidade para solicitar ou a anulação do gol marcado por Dudu no empate por 1 a 1  ou a realização de uma nova partida, mas ambos os pedidos foram rejeitados.

Na ação que ingressou no tribunal da Conmebol , o Atlético questionou a invasão de campo do reserva Deyverson durante o lance em que o Palmeiras marcou no Mineirão. O atacante alviverde está, de fato, no gramado (o que é vetado pela regra), mas não interfere no decorrer da jogada armada por Gabriel Veron e concluída por Dudu.

Durante o jogo, Deyverson chegou a ser punido pelo árbitro Wilmar Roldán (COL) com o cartão amarelo, mas não pela invasão ao gramado e sim por ter comemorado o gol em direção aos atleticanos que estavam nas arquibancadas do Mineirão.

A diretoria jurídica do Atlético entendeu que havia uma possibilidade de reverter o resultado nos tribunais e, então, acionou a Conmebol. No entanto, em decisão publicada nessa segunda-feira, o juiz único da Comissão Disciplinar da entidade, Eduardo Gross Brown, rechaçou os pedidos alvinegros.

O Atlético tinha até 24 horas para pagar 3 mil dólares (R$ 16.540,00 na cotação atual) para recorrer da decisão e levar o caso à Comissão de Apelações da Conmebol. O clube, porém, modificou o entendimento em relação ao caso e resolveu acatar a primeira negativa do tribunal.