Destaques Esporte

Atlético anuncia treinador argentino Antonio Mohamed para temporada 2022

14 de janeiro de 2022

O acordo foi oficializado nesta quinta-feira, 13./ Foto: Divulgação.

BELO HORIZONTE – O Atlético, enfim, tem um novo treinador! Após mais de duas semanas desde a saída de Cuca, o clube alvinegro acertou a contratação do argentino Antonio ‘Turco’ Mohamed, de 51 anos. O acordo foi oficializado nesta quinta-feira, 13 e vale até o fim de 2022, com possibilidade de extensão por mais uma temporada.

A confirmação foi feita pelo diretor de futebol do Atlético, Rodrigo Caetano, em entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira. De acordo com o dirigente, o contrato foi assinado na noite dessa quarta-feira, 12.

“Ontem, à noite, a gente acabou assinando o contrato. Também vencedor, é claro que isso sempre ajuda. Que, no nosso entendimento, conhecesse muito a questão do futebol sul-americano, das competições que enfrentaremos. Devem fazer parte do calendário do Galo daqui para sempre. Tivesse, no nosso entendimento também, essa característica sanguínea, como os dois técnicos que passaram por aqui. Eram muito disso: de trabalho, de envolvimento, de se entregar. Então, a gente, em consenso, como são as decisões tomadas nesse colegiado, acabou contratando até dezembro – com possibilidade de continuidade – o Antonio ‘Turco’ Mohamed”, disse.

A saída de Cuca, campeão mineiro, brasileiro e da Copa do Brasil em 2021, foi anunciada pelo clube em 28 de dezembro do ano passado – dia seguinte à reunião em que o treinador avisou à diretoria alvinegra que deixaria o cargo. A partir daí, o Atlético foi ao mercado e teve diferentes alvos. O primeiro foi o português Jorge Jesus, ex-Flamengo, que acabara de deixar o Benfica. O Mister não topou voltar ao Brasil.

Em seguida, o Galo foi atrás do também português Carlos Carvalhal. O novo ‘não’ veio, em especial, por dois motivos: a dificuldade de convencer o treinador e a multa exigida pelo Braga, clube que o emprega, para liberá-lo. Com as negativas dos europeus, o Atlético apostou numa investida num sul-americano: o argentino Eduardo Berizzo, demitido da Seleção Paraguaia. Após reuniões com o estafe do treinador, a diretoria alvinegra ouviu outro ‘não’.

Foi quando surgiu o nome do também argentino Antonio Mohamed. Ele o português Luís Castro, empregado pelo Al Duhail, do Catar, passaram a ser os alvos. A cúpula corria contra o tempo para anunciar um técnico antes da pré-temporada, que começa na próxima segunda-feira.