Destaques Esporte

Atacante Hulk, ex FC Porto, diz que nunca poderia jogar no Benfica

6 de novembro de 2021

Hulk comemora gol marcado com a camisa do Atlético./ Foto: Reprodução.

BELO HORIZONTE – Quando deixou o futebol chinês no fim de 2020, o atacante Hulk despertou o interesse de vários clubes antes de acertar com o Atlético. Mas um deles em especial foi descartado de primeira, como o próprio jogador destacou.

“Tenho máximo respeito pela grandeza do Benfica, mas criei uma história forte com o FC Porto em todos os aspectos, que nem conseguia dar uma contraproposta”, disse, em entrevista. “Não dava para pensar nisso ou esticar a conversa, porque simplesmente nunca poderia jogar no Benfica. Se voltasse a Portugal teria de ser para o FC Porto, todos sabem da minha paixão pelo clube”, completou.

Hulk defendeu o Porto entre 2008 e 2012, ano em que se transferiu para o Zenit-RUS. A passagem pelo Dragão foi vitoriosa. Pelo clube, o atacante fez 78 gols em 170 jogos e conquistou quatro vezes o Campeonato Português, três vezes a Taça de Portugal, três vezes a Supertaça de Portugal e uma vez a Liga Europa.

Além disso, Depois de um começo marcado por problemas técnicos em razão da grande procura, a venda de ingressos para o clássico entre Atlético e América, neste domingo, 7, às 16h, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro, durou menos que três horas. Foi o tempo suficiente para os atleticanos esgotarem a carga disponibilizada. O bilhete mais barato custou R$ 28.

Nas redes sociais, na noite desta quinta-feira, o Atlético anunciou que a carga de ingressos se esgotou com menos de três horas de venda pela internet. “O Mineirão vai tremer! A Massa vai dar um show – aliás, mais um!”, publicou o perfil oficial do Galo no Twitter e no Instagram.

Ingressos para o jogo contra o América se esgotaram em menos de 3 horas. Podem voltar para venda devoluções por cancelamento, falta de pagamento ou testes positivos de Covid”, anunciou o clube alvinegro na postagem.