Cultura Destaques

Artistas denunciam irregularidades na aplicação da Aldir Blanc em Passos

12 de janeiro de 2021

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PASSOS – O Ministério Público recebeu, no início da tarde desta segunda-feira, 11, denúncia de supostas irregularidades na aplicação da Lei Aldir Blanc em Passos. Os documentos foram apresentados por diversos artistas à promotora de Justiça que cuida de Patrimônio Público, Gláucia Vasques Maldonado de Jesus. Até o fechamento desta edição não foi possível saber se seria oferecida denúncia à Justiça.


Você também pode gostar de:

Mulher é presa por planejar roubo na casa dos avós

Para os reclamantes, foram diversas falhas desde o início, tais como a demora na divulgação do edital, que só foi publicado em 24 de novembro, muitas exigências para pouco prazo, comissão que estaria ajudando alguns artistas em detrimento de outros, realocação dos recursos financeiros antes do resultado e, principalmente, a não análise dos recursos impetrados por 23 artistas – foram analisados no dia 30 de forma a não responder adequadamente, apenas um acatado e, mesmo assim, os valores já haviam sido realocados para outros artistas.

Uma reunião na Câmara deve acontecer nesta terça-feira, 12, às 14h, após já ter ocorrido uma na semana passada, na qual o secretário municipal de Cultura e Patrimônio Histórico, Pedro Silva, o Pedrinho, participou e todos se comprometeram em analisar a situação após as reclamações dos artistas.

Os 53 artistas que tiveram suas propostas aprovadas, os recursos empenhados e homologados tiveram os pagamentos feitos nesta segunda-feira, conforme informou o secretário Pedrinho. Até o fechamento desta edição o secretário disse não ter sido provocado pelo Ministério Público e que não sabia da denúncia.