Destaques Do Leitor

Articulista, vai pra Cuba

9 de janeiro de 2021

Será que não dá para esquecer Cuba, Lula, PT, Venezuela, China, esquerda, direita, nem com os enormes problemas que agora enfrentamos? No momento em que temos quase 200 mil mortos e o sistema de saúde se esfacelando, sem vacinas e sem perspectivas imediatas, preocupar-se com quanto gastaram Dilma e Temer é absurdo. Na verdade, quer-se estimular o ódio, o que se faz com muita competência, além de tentar tirar o foco das responsabilidades dos encarregados de minorar os danos da tragédia.

Raul Moreira Pinto – Passos/MG


Perigo de contágio

O Brasil já acumula mais de 200 mil mortes em decorrência do novo coronavírus. Em apenas 160 dias, o número de óbitos causados pela covid-19 dobrou no estado do Rio de Janeiro. A situação em São Paulo está um pouco pior, ou seja, dobrou em 150 dias. Em Minas Gerais, a situação é ainda pior, pois em 115 dias o número de mortes registradas dobrou. Alguns brasileiros ainda não se conscientizaram de que o distanciamento social é importante, assim como o uso da máscara e do álcool em gel. O revéillon está chegando e o temor é de que os hospitais fiquem lotados daqui a 15 dias, resultado de festas repletas e de abraços e beijos. Serão necessários meses para que toda a nossa população seja vacinada, sendo que a data inicial ainda não é conhecida. Portanto, menos aglomerações.’

José Carlos Saraiva da Costa – Belo Horizonte/MG


Estados Unidos

Depois da baderna no Congresso norte-americano, fica a dúvida: “América em primeiro” ou será “Trump em primeiro”? Será isso o Primeiro Mundo?

Milton Bulach – Campinas/SP