Coluna MG Destaques Migração

Artesãos nos pontos turísticos

23 de novembro de 2020

Decreto municipal autoriza o uso dos espaços públicos localizados no Complexo Véu das Noivas, Fonte dos Amores e Cristo Redentor aos artesãos e expositores solicitantes em Poços de Caldas. A autorização está sendo outorgada a título precário (sem prazo estabelecido), oneroso e por tempo indeterminado, mediante a assinatura de termo. Foi considerada pela administração a solicitação apresentada pelos artesãos e expositores, manifestando interesse em suas permanências de forma provisória e precária nos respectivos pontos turísticos. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Cesta básica está 8% mais cara
  • Indígenas rejeitam a Usina
  • Feira Digital de Imóveis começou
  • Parceria com o Google.
  • Renda Minas paga em Barbacena

Cesta básica está 8% mais cara

O gasto mensal com a Cesta Básica de Alimentos (CBA) em Uberlândia sofreu aumento de 8,41% em outubro, comparado ao mês anterior. A informação é do Centro de Estudo, Pesquisas e Projetos Econômico-Sociais da Universidade Federal de Uberlândia, que divulgou o Índice de Preços ao Consumidor (IPC). O estudo mostra que no mês de outubro o valor da cesta ficou em R$ 487,49, apresentando um valor superior ao registrado em setembro (R$449,68). A variação acumulada no ano da Cesta Básica de Alimentos é de 13,28%. (Diário de Uberlândia)

Indígenas rejeitam a Usina

Os indígenas Tuxás, sediados em Buritizeiro, estão contra a proposta de construção da Usina Hidrelétrica de Formoso, no Norte de Minas. “Nós, Tuxá, conquistamos recentemente nosso território, com a ajuda dos Encantados. Os povos são as pessoas que estão ali convivendo com o Cerrado, que conhecem a realidade e agora querem retirar novamente a nossa terra”, disse a cacique Anália Tuxá. Ela e seu povo, formado por aproximadamente 420 indígenas, serão retirados de seus territórios, caso o projeto da Usina Hidrelétrica (UHE) Formoso seja aprovado. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Feira Digital de Imóveis começou

A Feira Digital de Imóveis do Leste de Minas começou nesta sexta-feira, 20, e segue até dia 27 de novembro. Com milhares de ofertas especiais em imóveis para venda e locação, o evento reúne as principais imobiliárias, incorporadoras e construtoras do Leste de Minas. A Feira, que tem apoio da Caixa, vai ofertar com condições especiais imóveis de Governador Valadares, Caratinga, Ipatinga, João Monlevade, Manhuaçu, Teófilo Otoni e cidades da região. O mercado imobiliário é um dos setores que, apesar da pandemia, está obtendo bons resultados. (Diário do Rio Doce- Governador Valadares)

Parceria com o Google.

Em parceria com o Google, o Consórcio TransOeste de Divinópolisvai disponibilizar no aplicativo FaleBus uma ferramenta que ajudará a guiar o usuário do transporte público nos seus trajetos diários. Esta tecnologia mostra ao usuário qual percurso ele deve fazer para chegar ao seu destino, com informações como pontos de paradas, linhas de ônibus, horários e trajetos a pé, informou o consórcio. Ainda segundo informou a empresa em nota, o trabalho vem sendo feito há nove meses com a equipe técnica do Google na califórnia, para firmar a parceria e em breve estará disponível para os usuários. (Gazeta do Oeste- Divinópolis)

Renda Minas paga em Barbacena

O Renda Minas é um programa de transferência de renda emergencial temporária do Governo de Minas Gerais em parceria com a Caixa Econômica Federal, que vai atuar como complemento ao Auxílio Emergencial, pago pelo Governo Federal. Em Barbacena, o benefício já está sendo concedido com o objetivo de auxiliar famílias em situação de extrema pobreza a enfrentarem a vulnerabilidade agravada durante a pandemia. Para participar é necessário estar cadastrado no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico até o último dia 11/06. Além disso, é necessário que a renda por pessoa da família informada no CadÚnico seja de R$89 mensais. (Folha de Barbacena)

Rede de Notícias do Sindijori MG