Destaques Esporte

Arana valoriza semana cheia para ajustes no Atlético-MG

7 de dezembro de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

Belo Horizonte – Os treinos da semana na Cidade do Galo estão sendo marcados pela volta do grupo completo de jogadores infectados pelo coronavírus, já que Everson e Jair, os últimos do grupo de contaminados pela covid-19, se reapresentaram na segunda-feira. Agora, Jorge Sampaoli, também de volta após cumprir quarentena, terá a semana cheia para preparar a equipe visando ao duelo com o Internacional, no domingo, às 18h15 (de Brasília).

No primeiro turno, em Porto Alegre, os gaúchos bateram o time alvinegro por 1 a 0, no primeiro turno, com gol marcado por Thiago Galhardo, artilheiro da competição. Para dar o troco e vencer os adversários no Mineirão, Guilherme Arana aposta no trabalho feito durante a semana por atletas e comissão técnica.

O jogo de domingo será muito importante, porque é um concorrente pelas primeiras colocações. Temos que vencer. Claro que com muita inteligência, e a nossa comissão vai passar o que o Internacional tem de melhor, assim como o que podemos aproveitar. Essa semana vai servir bastante para a gente fazer um grande jogo no domingo”, disse o lateral.

É verdade que o momento do Inter é bem diferente daquele do jogo de ida. Após a saída do argentino Eduardo Coudet, o time tem duas derrotas e um empate em três partidas disputadas pelo Brasileirão. Além disso, sob o comando de Abel Braga, o Colorado foi eliminado da Copa do Brasil pelo América-MG.

Outro ponto que pode favorecer o Atlético-MG no confronto da parte de cima da tabela neste domingo é o desgaste dos adversários por conta da Libertadores da América. Após o adiamento da primeira partida por conta da morte de Diego Maradona, o Internacional encara o Boca Juniors nesta quarta-feira, no Beira-Rio. Para Guilherme Arana, a preparação para o jogo deve ser o mesma, independentemente do momento ou do desgaste vivido pelos rivais.

– O trabalho é o mesmo, o pensamento é o mesmo. Claro que respeitamos todos os adversários, mas temos que fazer nosso jogo e aproveitar que eles jogam no meio de semana e a gente não, mas isso não muda nada. O trabalho é o mesmo, finalizou.