Destaques Esporte

Aposentado é ‘professor’ de futsal na Cohab IV

Por Ézio Santos / Especial

19 de agosto de 2021

JOSÉ REIS AO LADO DOS ALUNOS ÌCARO, JOÃO, FABINHO, DAVI, FABRÍCIO E RAFAEL QUE FORMAM O TIME DO PSG./ Foto: Divulgação.

PASSOS – Um aposentado de 60 anos, desenvolve como voluntário desde dezembro de 2012, atividades esportivas para crianças e adolescentes da região das Cohab’s, bairro da Penha. O ex-jogador de futebol amador, resolveu aprofundar os fundamentos básicos da prática de futsal, e aconselhamentos voltados para o bom comportamento da garotada perante a sociedade.

O ex-servente de pedreiro, José dos Reis Silva, que se tornou ‘professor’ na sua chamada escolinha esportiva, contou que se  reúne de segunda à quinta-feira, entre 17h e 19h, e aos sábados, das 8h às 11h30, na quadra da Escola Municipal Silas Figueiredo, na Cohab IV, em torno de 60 meninos entre oito e 17 anos sem pagar taxa como mensalidade para treinar.

“Há quase 10 anos eu me senti bem, ensinando a eles, correr atrás da bola, e ao mesmo tempo chamando atenção daqueles mais desobedientes, e mostrando que, além da educação dos pais e escolar, através da prática esportiva eu poderia contribuir também no bom comportamento de todos em vários sentidos, como evitar as más companhias, uso de drogas e entrar no mundo do crime”, explicou.

Desde de dezembro de 2012, além dos treinos regulares, José Reis promove semestralmente torneios internos de futsal. Foi encerrada semana passada, com o auxílio de outro voluntário, Vicente Silva, o primeiro turno da competição envolvendo crianças de 11, 12 e 13 anos. Os seis times participantes receberam nomes dos grandes clubes europeus: Manchester City, PSG, Juventus, Real Madrid, Barcelona e Roma. Carlos (Manchester) e Samuel (PSG) são o artilheiro e goleiro menos vazado, respectivamente.

José Reis afirma que não é remunerado pelo trabalho que considera incentivador. “Faço porque me sinto muito bem. Tenho total apoio da direção da escola, dos pais da criançada, de todas as comunidades das Cohab’s IV, V, VI, Vila Betinho, Penha II, e outras da vizinhança.

Apesar da responsabilidade ser enorme, o importante é fazer o que gosto para quem gosta. Acredito que centenas de ex-alunos hoje já são jovens e servem de bons exemplos para muitas famílias, porque aprenderam um pouco de que a vida é infinitamente melhor sendo pessoas educadas e bem relacionadas com todos”, ressaltou o ‘professor’, que reside na Cohab IV há 30 anos, é casado e tem dois filhos adultos.