Cidadania Destaques

Após pedido de cesta básica à PM, menina ganha vida nova

17 de agosto de 2020

Anna ganhou presentes, festa de aniversário e realizou um sonho. / Foto: Divulgação

ALPINÓPOLIS – Quem vê o sorriso no rosto de Anna Karlla Cesário Fernandes, de 11 anos, não imagina as dificuldades que a menina e a família passaram por conta da pandemia. Anna ficou conhecida após ter ligado escondido para a Polícia Militar, em Alpinópolis, e pedido uma cesta básica.

Não tínhamos nem arroz nem feijão em casa, estava comendo só macarrão puro e não sustentava igual o arroz”, contou a menina. Após o pedido ser divulgado pela PM, uma onda de solidariedade chegou à família, que conseguiu, entre muitas doações, o pagamento do aluguel da casa onde mora até dezembro deste ano. “Até meu sonho de ter uma festa de aniversário foi realizado. Para muitas pessoas, um dia comum, mas esse dia marcou minha vida”, disse.

A ligação para a Polícia Militar ganhou destaque desde que o cabo Juliano Pereira de Souza, o policial de plantão que atendeu o telefonema, resolveu levar para a família uma cesta básica.

Ao chegar ao local, a família até ficou surpresa porque ela havia pego o celular escondido dos familiares. Eu peguei uma cesta básica das arrecadações que conseguimos em uma live, e essa cesta era a última até”, revelou o policial.

Após a divulgação do caso, a vida da família mudou. Para o tenente Luís Gustavo Santos Silva, comandante do 3° Pelotão da Polícia Militar em Alpinópolis, o pedido da menina foi inusitado. “O que deu visibilidade para essa ação foi o fato de uma criança ligar para a polícia, no 190, e pedir coisas tão singelas. Quando fizemos uma divulgação, acabou ganhando muita repercussão”, disse.

Desde 24 de junho, o dia do telefonema de Anna, até o presente momento, muitas pessoas vêm ajudando a família de diversas formas. Houve proposta de pagamento do aluguel da casa, contas atrasadas, compra de comida, roupas e brinquedos para a menina e as duas irmãs.

No dia 31 de julho, aniversário de 11 anos de Anna, Maíra Mas, moradora de Passos, se comoveu com a história e fez uma mobilização para ajudar a fazer uma festinha para a garota. Maíra conseguiu um ensaio fotográfico e um dia de princesa para as irmãs. “Muitas pessoas ajudaram, esse feito é de todo mundo”, disse Maíra.

“Foi uma experiência que eu nem sei como te falar. Elas nunca haviam tido isso e o dia de princesa delas foi como um sonho”, contou Anesilaine de Souza Cesário, mãe da menina.

Eu gostei muito da festa que fizeram para mim, foi uma emoção que não sei nem falar. Quando vi tudo aquilo, me emocionei muito, sempre tive um sonho de fazer uma festa daquele jeito e minha família não tinha condições”, revelou Anna.

A Anna usou sabiamente o dom da coragem, pedindo ajuda para si e para sua família, que passava por dificuldades. Com esse gesto, ela tocou o coração de muitas pessoas. É gratificante poder ajudá-la e proporcionar alguns momentos inesquecíveis a ela e sua família. Engana-se quem pensa ‘ganha aquele que recebe’. Não. Quem doa é quem recebe”, disse Maíra.

Queria agradecer a todos que ajudaram minha família. Pensei que ia ganhar somente uma cesta e ganhei muito mais do que isso, além de ver que tem pessoas boas querendo me ajudar em todos os lugares. Tive um dia de princesa, em que tirei fotos, e ainda ganhei uma festa linda do jeito que sempre sonhei. Quando fiz o pedido, queria só ajudar minha família e não sabia que tudo isso ia acontecer. Queria poder agradecer da mesma forma tudo que fizeram pela gente, principalmente o 3º Pelotão da PM de Alpinópolis, que me deu apoio desde o começo de tudo. Sem eles, nada disso teria acontecido” finalizou a menina.