Cidadania Destaques

Amigas criam bazar 100% para compra de cestas básicas

Por Talita Souza / Redação

3 de fevereiro de 2021

O ‘Bazar de Amor’, criado por quatro amigas, começou no último no domingo e a ideia é de que dure até que todas as peças sejam vendidas. / Foto: Divulgação

PASSOS – Quatro amigas se juntaram para realizar um bazar online de roupas usadas, 100% beneficente, com a intenção de arrecadar dinheiro para compra de cestas básicas que serão destinadas a pessoas carentes. De acordo com Isadora Machado, uma das organizadoras, a iniciativa partiu da amiga Maria Paula Soares, que chamou Ana Carolina Araújo e Laura Ferreira para dar início ao projeto solidário.

Segundo Isadora, o grupo não tem uma meta estipulada de quantas cestas básicas pretende distribuir ao longo do ano, mas a intenção é ajudar instituições como o Grupo de Apoio a Pacientes Oncológicos de Passos e Região (Gapop-R) e a Cantina Dona Bernadete.

Nossa meta é ajudar o máximo de pessoas que precisem, mas sem ser algo muito específico, sem estipular uma quantidade, só tentar ajudar ao máximo mesmo.A doação de alimentos será feita a partir da arrecadação do dinheiro das peças, depois vamos comprar as cestas básicas. Estávamos pensando em doar cada vez para diferentes instituições, deixar [as cestas básicas] acumular um pouco para poder ter uma quantidade considerável de doações e doar para uma instituição. Dependendo da situação, podemos nós mesmas realizar a doação diretamente com a família, mas isso ainda estamos resolvendo” disse.

O projeto ganhou o nome de ‘Bazar de Amor’ e teve início no último domingo, 31. Ele é realizado por meio do Instagram @bazar.deamor. Isadora explica que a ideia é realizar postagens pelo menos três vezes durante a semana divulgando as peças. Aqueles que desejarem contribuir com a iniciativa, além de comprar as peças, podem realizar doações de roupas novas e seminovas.

A gente anuncia nossas roupas no Instagram do Bazar e aí a pessoa pode comprar. Com o dinheiro que será arrecadado através das vendas, vamos comprar alimentos e depois doar. Ou podem também doar [roupas] para a gente tanto postar no Instagram como doar para quem precisa”, explicou Isadora.