Destaques Esporte

América-MG

26 de dezembro de 2020

Na última quarta-feira, 23, o time paulista empatou com o Coelho por 1 a 1, no Allianz Parque, no primeiro jogo das semifinais da Copa do Brasil. Os gols saíram ainda no primeiro tempo com Ademir abrindo o placar para o time mineiro, mas Gustavo Gómez empatou de cabeça já nos acréscimos após uma cobrança de lateral de Marcos Rocha. Os dois times voltam a jogar na próxima quarta-feira, 30, às 21h30min, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Quem vencer, ficará com a vaga na final do campeonato.


O que você também vai ler neste artigo:

  • Favoritismo
  • Flamengo
  • Cruzeiro
  • Atlético-MG

Favoritismo

A história das semifinais da Copa do Brasil indicam favoritismo de Grêmio e América para a final. De acordo com as estatísticas, só 20% dos perdedores do primeiro jogo viraram a semifinal. Em 56% das semifinais, quem ganhou o primeiro jogo ficou com a vaga para a final. Com esse indicativo, o Grêmio tem vantagem contra o São Paulo. O mesmo ocorre entre Palmeiras e América, devido ao empate na primeira partida, o mandante do segundo jogo ficará com a vaga na decisão.

Flamengo

O time carioca renovou contrato com o meia Yuri César. O jogador, que está emprestado ao Fortaleza até o fim do Campeonato Brasileiro, assinou um novo compromisso com o Flamengo até dezembro de 2025 com uma multa rescisória de 70 milhões de euros. O atleta terá um reajuste salarial, já que sua última renovação foi feita quando ele estava no sub-20 do time rubro-negro.

Cruzeiro

Foi anunciado na tarde da última quarta-feira, 23, a renovação do time da Raposa com o goleiro Fábio até o final de 2021. O vínculo com o jogador, que está há quase 15 anos ininterruptos como goleiro titular do clube, terminaria no próximo dia 31, mas ambas as partes já haviam demonstrado interesse na continuidade há algum tempo. Com 916 jogos disputados pela Raposa, Fábio terá a chance de se aproximar dos mil jogos.

Atlético-MG

O Galo destinou 30 milhões de reais para a quitação de dívidas da Fifa em 2021. Na gestão Sette Câmara, cerca de 15 milhões de dólares foram pagos na entidade internacional. Em seu discurso de despedida, o ex-presidente do clube disse ter pagado cerca de 75 milhões de reais em “dívidas da Fifa” entre 2018 e 2020. O pagamento das dívidas deverá continuar em 2021 sob a direção do presidente eleito Sérgio Coelho.