Destaques Política

Ameg apresenta selo SIMC para produtores de São Tomás de Aquino

24 de junho de 2022

Presidente da AMEG e prefeitos do Consórcio vão à Brasília em ato municipalista./ Foto: Arquivo FM.

PASSOS – Após aprovação pela Câmara de São Tomás de Aquino da lei que autoriza a adesão ao Serviço de Inspeção Municipal Consorciado (SIMC), o chefe do Departamento de Controle e Inspeção da Ameg, Claudio Leão Soares, esteve no Legislativo do município, na tarde de quinta-feira, 23, onde conversou com produtores sobre a importância e os benefícios do SIMC para a cadeia produtiva da região.

Soares apresentou as principais vantagens para os produtores que aderirem ao serviço, destacando a possibilidade da comercialização dos produtos de origem animal nos 22 municípios associados à Ameg, que tem uma população estimada em 400 mil habitantes.

Outra vantagem é que após três anos de pleno funcionamento do SIMC, a Ameg poderá solicitar ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) autorização para comercialização dos produtos com selo serviço em todo o território nacional.

Para o prefeito de São Tomás de Aquino, Daniel Ferreira da Silva, a adesão ao SIMC possibilita expansão no mercado consumidor e na renda dos produtores. “A adesão ao SIMC regional é de extrema importância para o município, que tem um potencial muito grande com produtos de qualidade e que agora, com este selo, será possível comercializar estes produtos em toda a região, aumentando a renda dos produtores rurais”, disse.

Segundo o presidente da Ameg, o prefeito de Carmo do Rio Claro, Filipe Carielo, este tipo de serviço reforça o relevante papel que a associação tem no desenvolvimento regional dos municípios consorciados. “São serviços como este, oferecidos pela Ameg, que justificam a razão de existir da nossa associação nestes 37 anos. É uma busca constante de soluções e inovações que facilitam a vida da população da nossa região”, afirma Carielo.

Para que os demais municípios da Ameg participem do SIMC regional, é necessário que as câmaras municipais aprovem a mesma lei em seus municípios para que a fiscalização por parte da equipe técnica da Ameg ocorra sem distinção entre as cidades.

Fonte: Ascom/Ameg