Destaques Geral

Alvarás de construção crescem 45% no 1º semestre em Passos

12 de julho de 2021

Foto: Divulgação

PASSOS – Após um período de estagnação desde o início da pandemia de covid-19, o setor da construção civil em Passos registrou crescimento no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período de 2020. Entre janeiro a junho deste ano foram emitidos 712 alvarás de construção e 409 habite-se no município, segundo dados do Departamento de Obras Públicas de Passos.

Comparando com o primeiro semestre do ano passado, o aumento chega a 45,3% na emissão de alvarás e de 61,66% nas certidões de habite-se. Em 2020,foram 490 alvarás de construção e 253 certidões de habite-se no município. De acordo com o Departamento de Obras Públicas, no primeiro semestre de 2019 foram emitidos 496 alvarás de construção e 244 de habite-se. Comparando com o mesmo período de 2020, o número de emissões de alvará de construção apresentou uma queda de 1,2% e o de habite-se teve um crescimento de 3,68%.

Na comparação do primeiro semestre de 2019 com o de 2021, o aumento foi de 216 novos alvarás de construção e de 165 certidões de habite-se. Um aumento de 43,54% na emissão de alvará de construção e 67,62% de habite-se num período de dois anos.


No país, aumento foi de 10% em 2020

BRASÍLIA – Setor da construção civil cresce mais de 10% mesmo com a pandemia. A construção civil é um dos setores da economia brasileira que continua em plena atividade, mesmo em período de pandemia de covid-19. O setor teve crescimento de 10,7% em 2020, segundo a Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sendo a maior alta entre dez grupos de atividades econômicas pesquisados.

Já o Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) indicou que, de janeiro a novembro de 2020, a construção civil foi o setor que gerou mais empregos com carteira assinada no Brasil, com quase 160 mil contratações, um aumento de 34,6% em relação ao mesmo período de 2019. Ainda segundo Caged, em janeiro de 2021, a construção civil abriu 4.758 novas vagas em todo o Paraná, ficando atrás apenas dos setores da indústria e serviços.

O setor da construção civil mantém a expansão mesmo com o aumento dos insumos, como ferro, aço e cimento, que deixaram as obras mais caras – a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) projeta que a área deverá ter, em 2021, o maior crescimento em oito anos. A expectativa para este ano é de um aumento de 4% no PIB da construção, o que pode significar a geração de 200 mil novos empregos no setor.