Destaques Política

Aluno da Escola do Legislativo é primeiro candidato a vereador

Por Adriana Dias / Da Redação

24 de outubro de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

S.S. DO PARAÍSO – O auxiliar de escritório Weslley Dias Oliveira, 20 anos, nasceu em Barueri, São Paulo, mas reside em São Sebastião do Paraíso há 18 anos. Ele foi aluno da Escola do Legislativo ‘Prefeito Alípio Mumic’, da Câmara Municipal paraisense no ano de 2016 e foi eleito um dos três representantes do município para a Plenária Estadual, em Belo Horizonte, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). É o primeiro candidato a vereador, pelo Cidadania, da Escola do Legislativo desde que ela foi fundada em 2016.

De acordo com Rafael Flávio da Silveira, ex-coordenador da escola, o aluno Weslley Dias também cursou o cursinho pré-Enem que a Escola do Legislativo promoveu. Neste ano resolveu ingressar na política partidária e pleitear uma vaga na Câmara Municipal.

“Weslley mostrou-se desde o início de sua participação no Parlamento Jovem um participante com ideais e pautas definidas dentro do seu pensamento político e uma clareza ao expor suas opiniões dentro do processo de construção do projeto no decorrer do ano. Neste ano resolveu ingressar na política partidária e pleitear uma vaga na Câmara Municipal sendo o primeiro ex-aluno do projeto de formação cidadã e política, promovido pela Escola do Legislativo, a concorrer um cargo eletivo”, contou

A Elegis teve sua lei aprovada em 2016 e tem autoria da ex-vereadora Dilma Oliveira. Mas somente em 2017 passou a funcionar sob a presidência do vereador Vinicio Scarano. Já o Parlamento Jovem, projeto que Weslley Dias participou, existe desde 2014 em Paraíso. Em média 40 alunos são formados ao ano pelo projeto que tem duração de aproximadamente 6 meses. As edições são anuais e o programa já contabilizou mais de 500 alunos.

O Parlamento Jovem é um projeto que envolve muitas cidades mineiras, mais de 100 já instalaram os trabalhos. As cidades se organizam em polos regionais e os alunos discutem um tema a cada ano escolhido pelos alunos na Plenária do ano anterior.

São feitas as oficinas de formação política e temáticas durante os encontros e, ao final, os jovens elaboram uma proposta de lei para tramitar nas fases municipais, regionais e estadual. As propostas aprovadas na última fase são entregues à Comissão de Participação Popular da ALMG e tramitam na Assembleia podendo gerar alguma ação do legislativo e até leis estaduais. Foi com base nesta vivência e já com uma inquietação que o jovem Weslley se focou para lançar sua candidatura.

Eu já tinha ideia de me candidatar, mas foi com a experiência de duas vezes e meia no Parlamento Jovem que tive absoluta certeza de que este é o caminho que quero seguir. Também estive em Belo Horizonte, para representar nossa cidade e pude ver como tudo funciona, como as leis são feitas e seu impacto e as novas realidades. Tudo isso me deu mais gás para me lançar candidato e tenho sonho maior, ainda quero ser prefeito de Paraíso”, disse.

Ao ser questionado sobre os políticos jovens que o inspira, Weslley Dias é rápido em dizer um dos grandes exemplos o vereador paraisense Vinicio Scarano e na esfera federal, Lucas Gonzalez. O jovem que já foi presidente do Grêmio Estudantil da Escola Benedito Ferreira Calafiori (Ditão) e presidente da Associação Estudantil Paraisense.

“Quando da vinda do Ministro da Educação, Mendonça Filho, em Paraíso, fiz o discurso representando todos os estudantes da cidade, e, também narrei o Regimento Interno da Câmara para o Youtube. Gosto do universo da política e penso que posso fazer aquilo que aprendi e acredito ser a maneira correta de ser vereador: fazer de fato o papel de vereador, que é fiscalizar, criar e representar, além de dar voz à população. Aprendi no Parlamento Jovem sobre a gestão democrática e participativa. Algumas pessoas têm projetos e demandas, mas não têm voz, quero ser esta voz”, informou.

A respeito de ser o único dentre os mais de 500 que passaram pela Escola do Legislativo a se lançar candidato Weslley é categórico em afirmar que o projeto dá base, capacita e fortalece, mas para entrar no processo legislativo é preciso coragem e disposição, além do engajamento.

“Parte de vontade também. Caso eu seja eleito serei o mais jovem a assumir uma cadeira na Câmara e devo isso à minha inquietação e aos aprendizados do Parlamento Jovem”, finalizou o candidato a vereador.

Weslley Dias Oliveira, 20 anos, nasceu em Barueri (sp),
mas reside em São Sebastião do Paraíso há 18 anos. / Foto: Divulgação