Destaques Geral

Alpinópolis tem primeiro caso confirmado de covid-19

7 de Maio de 2020

Foto: Divulgação

ALPINÓPOLIS – Na tarde desta quarta-feira, 6, foi confirmado o primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus em Alpinópolis. O paciente é um homem, de 29 anos, que teria se contaminado quando esteve trabalhando fora do Estado de Minas Gerais sendo, portanto, um caso considerado importado. Além dessa confirmação, há ainda na cidade outro suspeito de haver contraído a doença, um idoso de 64 anos, que está internado na Santa Casa de Passos. O município conta, ainda, com 66 notificações e dois casos descartados.

O Departamento Municipal de Saúde, por meio das redes sociais da Prefeitura de Alpinópolis, comunicou que havia tomado ciência da primeira confirmação da cidade e que, possivelmente, seria um caso importado, com contaminação ocorrida no estado do Rio de Janeiro. De acordo com a administração, rapidamente foi estabelecido contato com a família e outros indivíduos que, de alguma forma, estiveram próximos da pessoa infectada. Todos já estão sendo monitorados pela rede municipal, de acordo com o preconizado pelos órgãos superiores de saúde.

“Já entramos em contato com a família e possíveis pessoas que tiveram contato com o mesmo, para que façam isolamento. As pessoas serão monitoradas pela rede municipal de saúde. Será seguido o protocolo determinado pelo Ministério da Saúde”, diz a nota da Prefeitura de Alpinópolis.

Ainda conforme a administração, existem no município 66 casos notificados, dos quais um foi confirmado, 18 estão em isolamento domiciliar, dois foram descartados e um está internado, em Passos, com suspeita de infecção.

Este último encontra-se isolado na URA (Unidade Respiratória Aguda) da Santa Casa de Misericórdia de Passos. Trata-se de um senhor, de 64 anos, que esteve, primeiramente, internado do Hospital Cônego Ubirajara Cabral e foi transferido para Passos, no sábado (02), apresentando fortes sintomas gripais.

Em uma primeira análise, ainda não conclusiva, o paciente foi classificado como suspeito de haver contraído o novo coronavírus, porém, médicos que participaram do atendimento não refutam a hipótese de uma contaminação por H1N1. Somente os exames poderão confirmar o tipo de infecção. O idoso teve material coletado, o qual foi enviado para exames em Belo Horizonte.

Em Alpinópolis, a administração municipal tem adotado medidas de combate ao coronavírus desde o dia 20 de março, quando foi publicado o primeiro decreto declarando estado de emergência. De lá pra cá, as medidas vêm sendo flexibilizadas
gradativamente.

Na última semana foram permitidas a reabertura – com restrições – de academias, igrejas, bares e restaurantes. Mais recentemente, o Departamento Municipal de Saúde retirou as barreiras sanitárias e liberou as entradas
da cidade.

Na última semana foram permitidas a reabertura – com restrições – de academias, igrejas, bares e restaurantes. Mais recentemente, o Departamento Municipal de Saúde retirou as barreiras sanitárias que haviam sido instaladas nas entradas da cidade.

No entanto, o uso de máscaras em Alpinópolis passou a ser obrigatório em qualquer situação, inclusive nas ruas. Quem desobedecer a essa determinação pode ser multado e pagar um valor que varia de R$ 100 a cinco salários-mínimos.