Destaques Do Leitor

Alô Nascente das Gerais

24 de julho de 2020

Costumo pedalar nos finais de semana para os lados de Furnas, e o que vejo de lixo jogado à beira da estrada, é uma coisa absurda. É certo que nosso povo ainda não está educado para usar descartáveis, jogam onde estão passando sem pensar no que pode causar na natureza.
É muito lixo, garrafas plásticas e de vidro, sacos plásticos, sacolas plásticas, caixas de papelão, pedaços de pneus, pedaços de para choques de veículos, ferro, madeira de carroceria de caminhões, galões plásticos e mais uma infinidade de porcarias atiradas ao céu aberto.

Realmente é muita falta de cuidado com a natureza, é muita falta de educação do povo, mas entendo que é obrigação da Nascente das Gerais fazer a sua parte e limpar as laterais da estrada.
Quem passa de veículos automotores não vê. Sugiro aos responsáveis pela conservação da MG 050 para fazer uma caminhada por ela, que verão o estado em que se encontra as laterais das vias.
A natureza agradece e os usuários também.

César de Pádua Amorim – Passos – MG

‘Mamata’ nos cargos públicos

No setor privado, o número de desempregados já alcançou o total de 12,4 milhões, segundo a mídia informa. No setor governamental – esferas municipais, estaduais e federal – não há notícias de desempregados e diminuição de salários etc.. O tempo passa, os governos mudam, mas os números de funcionários, salários e vantagens continuam os mesmos. Quando começará a igualdade de conseguir emprego por necessidade, competência e não por QI ?

Mário A. Dente – São Paulo /SP

Vacina à vista

Não há bem que sempre dure nem mal que nunca se acabe.” Vacina à vista. Fora, vírus! Viva a vida!

J. S. Decol – São Paulo/SP