Destaques Esporte

Aglomeração no Virgílio preocupa secretarias

15 de dezembro de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – A Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude anunciou ontem que vai analisar a presença de dezenas de espectadores nas arquibancadas do estádio Municipal Virgílio Otávio de Vasconcelos, contrariando o protocolo da Secretaria Municipal de Saúde, cujo objetivo é impedir a disseminação do novo coronavírus. Os fatos estão ocorrendo em plena pandemia, há quatro finais de semanas, e desde o reinício da Taça Passos de futebol amador, promovida pela Liga Passense de Desportos (LPD).

Para o secretário de Esporte, Flávio Costa Sarno, o Mamão, realmente houve exageros quanto ao número elevado de pessoas na praça esportiva.

Se analisarmos que cada time leve 20 atletas, mais os integrantes da comissão técnica, somam 25 indivíduos, multiplicando por quatro, dão 100, mas à medida que vai acabando cada jogo de uma rodada quádrupla, por exemplo, muitos vão para as arquibancadas assistir, aí mora o perigo. Outros saem de campo ficam no estádio, não guardam o distanciamento, e aí complica tudo. Reconheço que houve falha no portão de entrada do estádio no último domingo, e faltou também mais rigor por parte dos dirigentes da Liga”, frisou.

Hoje (ontem) ou amanhã (hoje) vou me reunir com o secretário Municipal de Saúde, Evandro Bogo, e estudar que medidas serão tomadas. Não acredito na paralisação do torneio, mas haverá bem mais rigor em relação ao controle de jogadores, dirigentes e torcedores ao adentrarem nas dependências do campo”, completou Mamão.

Já o presidente da LPD, Odemir Garcia da Silva, também afirmou que realmente houve problemas em relação às aglomerações, mas ressaltou que em um espaço enorme como estádio, aberto, e com muros baixos, não é fácil controlar o menor fluxo possível de pessoas.

No último domingo melhorou bastante em relação aos outros finais de semanas. Desta vez não tinham muitos torcedores um ao lado do outro, e a grande maioria usava máscara facial. Acontece que apenas um segurança, alguém da área de saúde verificando a temperatura, e sem a Polícia Militar, o povo não respeita e vai para a arquibancada mesmo”, lamentou.

Polêmica à parte, com os resultados de domingo passado, Portuguesa x Novorizontino, às 8h30, Palmeirinha X Penha II, logo em seguida, são os confrontos programados para o dia 13, também no Virgílio Vasconcelos. Nenhuma equipe entrará em campo com vantagem do empate, por isso, se no tempo regulamentar, não houver vencedor, o regulamento prevê disputa de pênaltis para definição dos finalistas que vão disputar o título de campeão no último domingo de 2020.

Uma ‘chuva’ de gols caiu nas quatro linhas do estádio do bairro Bela Vista pela fase quartas de final e nada de grave ocorreu durante os mais de 360 minutos de bola rolando. A rede balançou 22 vezes, média de 5,5 gols por partida. Confira os resultados: Portuguesa 3 x 2 Atlético Santa Luzia, Novorizontino 4 x 1 São Jorge, Palmeirinha 5 x 2 Cascavel e Penha II 4 x 1 Amigos Vira Copos.