Destaques Geral

Agências da região não aderem à greve dos Correios

21 de agosto de 2020

Foto: Divulgação

PASSOS – Os profissionais que atuam nas agências dos Correios da região não aderiram à greve nacional da categoria, que teve início nesta semana. Ao todo, mais de 100 mil servidores estão paralisados em todo o país – eles protestam contra a privatização da empresa, solicitam a garantia dos direitos trabalhistas e pedem condições mais seguras aos funcionários durante a pandemia.

Para resolver a situação, os Correios propuseram ajustar os benefícios conforme o que está previsto na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e nas demais legislações vigentes. Apesar disso, a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) declarou que não existe prazo para o fim da greve.

Levantamento parcial

Na última terça-feira, 18, a estatal anunciou que possui um Plano de Continuidade de Negócios para seguir com os atendimentos. De acordo com levantamento parcial realizado pelos Correios, 83% dos funcionários permanecem trabalhando. Serviços como entregas expressas por Sedex e PAC também continuam em funcionamento.
A empresa ressalta que possui duas grandes intenções: a sustentabilidade da receita e a manutenção de todos os profissionais vinculados à companhia. Diante das orientações do Ministério da Economia e da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), os Correios devem garantir o equilíbrio das finanças, motivo pelo qual a instituição declara ser impossível atender às diversas reivindicações da Fentect.