Cidadania Destaques

Aesa realiza Campanha Páscoa Solidária para famílias carentes

30 de março de 2021

As doações constituem-se de alimentos, vestuários, móveis e eletrodomésticos e, para doar, basta entregar no COC nesta terça ou quarta-feira. / Foto: Divulgação

PASSOS – A Associação Espírita Santo Agostinho (Aesa), em parceria com o Colégio São Francisco (COC), realiza a Campanha Páscoa Solidária em prol de famílias em vulnerabilidade social que são cadastradas na Aesa. O objetivo é arrecadar alimentos, vestuário, móveis e eletrodomésticos. Para doar, basta entregar no COC nesta terça ou quarta-feira. A presidente da Aesa, Marinilce Moura Da Silva, afirma que a iniciativa tem como meta ajudar o próximo e, ao mesmo tempo, incentivar as crianças e os jovens para práticas de caridade.

O intuito final da campanha é amenizar o sofrimento das famílias carentes, que, atualmente, na Aesa, são mais de 150. Então, para saber a quantidade de famílias que serão beneficiadas, depende do quanto iremos arrecadar. Como está no início da campanha, não dá pra prever ainda”, disse.

A expectativa, segundo a presidente, é que a sociedade passense continue colaborando neste trabalho para que a associação tenha condições de ajudar, de forma melhor, as famílias carentes e moradores em situação de rua.
Sobre a parceria com o colégio, Marinilce comentou que ela existe há mais de dez anos.

Os alunos do COC sempre fizeram campanhas na Páscoa, no inverno, Dia das Crianças, no Natal, procurando arrecadar o máximo de alimentos, brinquedos, roupas e móveis para doação”, afirma.

A diretora do COC, Creide Ponçansini, declarou que, neste ano, está desenvolvendo alguns dos planos de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e, diante da atual realidade, a campanha incrementa uma delas.

A arrecadação está sendo no COC, para então entregarmos na Aesa e os deixarmos à disposição para fazerem a entrega. Temos esperanças de recebermos bastantes alimentos, pois a comunidade passense e a da escola são pessoas muito solidárias, estão sempre pensando no próximo. Além disso, foram os nossos alunos que levantaram essa bandeira solidária, preocupados com as pessoas carentes. Então, de qualquer forma, já está sendo muito importante”, disse.