Coluna MG Destaques

Abandono prejudica Mucuri

1 de julho de 2020

Nanuque já se transformou num importante polo exportador de proteína animal em Minas Gerais, através do Frigorífico Rio Doce S/A. No entanto, a empresa tem enfrentado dificuldades para transportar insumos – animais para abate, transportar carne bovina para ser embarcada nos portos de Vitória e Rio de Janeiro. Empresários do setor produtivo do Vale do Mucuri têm direcionado pesadas críticas ao governo mineiro pela falta de interesse na reconstrução da rodovia LMG-719 que está há muito tempo, intransitável. O trecho de 7 quilômetros liga Nanuque à divisa do Espírito Santo, mas tem uma importância muito grande para o tráfego da produção destinada à exportação. (Em Tempo – Nanuque)

54% dos MEIs têm débitos

Em tempos de pandemia, manter as contas em dia tem sido cada vez mais difícil para os empresários e comerciantes de Uberlândia. Quando falamos dos prestadores de serviços que se enquadram na categoria de Microempreendedores Individual (MEI) a situação não é diferente quanto aos pagamentos de impostos e tributos. Uberlândia tem hoje 3.892 MEIs cadastrados e, de acordo com a delegacia da Receita Federal na cidade, aproximadamente 2,1 mil possuem algum tipo de inadimplência tributária, ou seja, 54% possuem débitos pendentes. (Diário de Uberlândia)

Seletiva há 18 anos em Itaúna

Neste 1º de julho serão completados 18 anos de existência ininterrupta da coleta seletiva de lixo em Itaúna, no modelo “secos e molhados”. Reconhecido nacionalmente pela eficiência, o modelo criado em Itaúna mudou o hábito das famílias itaunenses e persiste até mesmo em períodos em que não existe investimento na divulgação, como no atual momento. Dia sim, dia não, o lixo é colocado para recolhimento em Itaúna e separado por integrantes da Coopert, que reúne centenas de coletores ambulantes vivendo da coleta de recicláveis (Folha da Povo – Itaúna

Valadares ganha túneis de sanitização

Governador Valadares alcançou o triste número de 47 mortes provocadas por complicações da Covid-19. É diante deste cenário que a cidade ganhou, na manhã desta segunda-feira, 29, a instalação de diversas barreiras sanitárias e túneis de sanitização nos locais com grande circulação de pessoas. As medidas de combate à propagação do novo coronavírus fazem parte do Plano de Contingência do município, e foram mencionadas pela prefeitura, pela primeira vez, no dia 22 de maio, em uma coletiva de imprensa. (Diário do Rio Doce- Governador
Valadares)

Aumento de 712,82% é registrado

Em trinta dias, João Monlevade registrou grande aumento nos casos de coronavírus. Conforme levantamento feito pelo Jornal A Notícia, entre os dias 25 de maio e 25 de junho, houve um salto de 39 para 278 casos confirmados de Covid-19, o que significa um aumento de 712,82% nos registros positivos da doença. Por outro lado, houve grande número de pessoas também curadas. O número de recuperados saltou de 28 pessoas em 25 de maio para 210 recuperados na última quinta-feira, 25. (Jornal A Notícia Regional- João Monlevade)

Rede de Notícias do Sindijori MG