Destaques Geral

‘A gente sai de Passos, mas Passos não sai da gente’

16 de novembro de 2020

O engenheiro Jadir Aparecido Rosa mora em Ponta Grossa, no Paraná, e faz questão de assinar o jornal para saber as notícias de Passos e região. / Foto: Divulgação

O Álbum do Assinante deste domingo traz um leitor assíduo que faz questão de ter as duas versões do jornal. Impressa para o pai e on line para ele, que mora no Paraná. Jadir Aparecido Rosa, 61 anos, casado com Virgínia, pai de Bruna, de Lucas e avô da neta Olívia. Engenheiro agrícola com Ph. D. em Engenharia Agrícola, pela Universidade da Flórida e pesquisador científico no Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (Iapar-Emater). Atualmente está aposentado.

O passense mora em Ponta Grossa, no Paraná, e, mesmo sendo um filho ausente de Passos, diz se interessar em saber e acompanhar as notícias de sua cidade natal. “Praticamente toda minha família (pai, irmão, tios, primos) mora em Passos. Saí de Passos aos 18 anos para cursar a universidade em Viçosa, depois disto foram visitas breves em feriados ou férias. Meus laços com a cidade se fortaleceram quando me casei em 2012 em segundas núpcias com uma antiga namorada dos tempos de juventude, aí em Passos. A gente sai de Passos, mas Passos não sai da gente”, brincou o assinante.

Há pelo menos três anos assino a versão impressa para meu pai Sebastião Rosa que mora em Passos e já era antigo assinante do jornal. Deste modo, como assinante, tenho acesso à versão digital da Folha, que é a minha fonte de informações da cidade. Jadir explica que há pelo menos três anos decidiu assinar a versão impressa para que seu pai, Sebastião Rosa, que mora em Passos e já era antigo assinante do jornal, se mantenha recebendo o informativo diário.

E, deste modo, como assinante, tenho acesso à versão digital da Folha, que é a minha fonte de informações da cidade. Gosto das notícias locais, embora notícias da região também me interessem. Infelizmente, notícias policiais fazem parte do cotidiano da cidade. Fiquei muito preocupado quando recentemente Passos passou por uma onda terrível de violência”, salientou o passense.

Questionado sobre a versão on line, Jadir Rosa contou que prefere acessar informações pela internet pela rapidez com que as notícias são divulgadas e atualizadas.

É importante ressaltar que não se deve confiar em uma única fonte de informações devido à quantidade de “fake news” que aparecem diariamente”, orientou.

Sempre tive a felicidade de ver alguns eventos de família publicados nas colunas sociais da Folha da Manhã. Há alguns anos atrás, também foi publicada uma matéria sobre mim como passense de destaque, na oportunidade de ter recebido o prêmio Jornal Gente 2006 – Competência -, pela coluna Jornal Gente, do querido colunista Mark Piassi”, finalizou.