Destaques Geral

Pista de caminhada em Escarpas tem bloqueio parcial

Por Felipe Misuraca / Especial

22 de janeiro de 2022

A mulher de 57 anos, acusada de tráfico de drogas juntamente com o neto de 18 e uma mulher de 25, residem em Capitólio./ Foto: Arquivo FM.

CAPITÓLIO – Desde o dia 31 de dezembro do ano passado, a pista de corrida da cidade de Capitólio está parcialmente bloqueada. De acordo com informações divulgadas pelo empresário e presidente da empresa Amel – Escarpas do Lago, Gilvan Terra de Oliveira, o Conselho Municipal de Defesa, Conservação e Desenvolvimento Ambiental (Codema), em conjunto com o proprietário do local, fechou o local devido ao risco de desabamentos de árvores.

“A parte que encontra-se fechada é do proprietário particular do local. Devido às frequentes chuvas que estão acontecendo na nossa região atualmente, o proprietário fechou para realizar a manutenção das árvores do local, para assim, evitar futuros acidentes. Não podemos fazer nada a respeito, uma vez que é propriedade particular”, disse.

Além disso, segundo o empresário, até o momento, não há expectativa de reabertura da pista bloqueada.

“Entrei em contato com o proprietário. Ele me informou que iria abrir em breve a pista. Porém, até agora, isso não aconteceu. Na última terça-feira, 17, houve um procedimento de poda das árvores do local para retirar possíveis galhos podres que pudessem cair, então talvez, o proprietário decida reabrir a pista após esse procedimento”, salientou.

Segundo apuração realizada pela Folha da Manhã, a população de Escarpas do Lago encontra-se insatisfeita com o bloqueio da pista de caminhada.

“O povo de Escarpas está muito chateado pelo fechamento da pista de cooper, uma vez que ela funciona na região há 40 anos. Com isso, em breve, os proprietários de Escarpas devem entrar com uma ação judicial para o proprietário do local retirar o bloqueio da área de caminhada”, afirmou um morador de Capitólio.