Destaques Geral

41ª Expô Piumhi é adiada para 2021

3 de junho de 2020

Foto: Divulgação (Agência Brasil)

PIUMHI – Nesta segunda-feira, 1º, o Sindicado dos Produtores Rurais de Piumhi divulgou oficialmente uma nota com o adiamento da “41ª Expô Piumhi”, devido à pandemia do novo coronavírus. O evento, planejado para ocorrer em julho de 2020, foi prorrogado para julho de 2021. De acordo com a nota, os ingressos que foram adquiridos com antecedência poderão ser usados na festa do ano próximo ano e não haverá ressarcimento do valor.

A utilização do ingresso na exposição de 2021 foi determinada com base na Medida Provisória nº948/2020, que prevê a possibilidade de cancelamento de eventos, com remarcação dos ingressos já vendidos, para utilização em data futura como substituição, remarcação ou disponibilização de créditos para uso ou abatimento na compra de outros serviços. Assim, a diretoria do Sindicato garantiu, na nota, que, nos casos de ingressos já adquiridos, será possível guardá-los por meio de foto para apresentação posterior.

De acordo com o presidente do sindicato, Teodomiro Ferreira Da Silva, conhecido por Tiá, a expectativa é que até a nova data seja possível a realização do evento, porém pode haver novas alterações. “Espero que Deus ilumine os infectologistas para trazer uma vacina que acabe com a covid-19”, afirmou. “Todos esperavam essa festa, inclusive ela já esteva pronta. A falta será muito grande para o sindicato, para os associados e para o povo de Piumhi”, disse.

Caixa do Sindicato

A “Expô Piumhi” é uma festa tradicional realizada anualmente pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Piumhi. A exposição conta com rodeios, apresentação de animais e shows de vários artistas, além da venda de diversos artigos. O evento também é uma importante fonte de renda para a instituição. “O caixa do sindicato está praticamente zerado”, disse ele o presidente.

Estamos trabalhando para diminuir as despesas, que eram em torno de R$55 mil a R$57 mil por mês. Já caiu para R$25 a R$30 mil e espero baixar mais ainda, porque se não fica inviável”.

Atualmente, o sindicato é sustentado pela mensalidade dos associados. As festas e eventos ajudam a manter o caixa, como o caso da Expô Piumhi, rodas de agronegócios e leilões. Com a propagação do novo coronavírus, Teodomiro afirmou que todos os demais eventos serão cancelados, de modo que a associação dependerá apenas de seus associados. “Eu acredito que esse ano, de acordo com a OMS e com nossas leis, não será possível fazer nenhum evento”, afirmou o presidente do sindicato.