Dia a Dia

Posso me tratar com a hipnoterapia?

Por Oronilce Donizete Figueiredo Júnior

14 de Maio de 2020

A hipnose clínica é um tratamento alternativo reconhecido pelo Conselho Federal de Psicologia como terapia para diversos problemas emocionais. A condição hipnótica é um estado mental natural dos seres humanos. Apesar de algumas pessoas apresentarem maior resistência ao estado de relaxamento, todas as pessoas podem lançar mão do tratamento. Usualmente, quanto mais propensa a pessoa estiver em se recuperar e encarar o procedimento, mais fácil será para ela entrar no estado hipnótico.

Algumas pessoas acreditam no mito de que enquanto estiverem hipnotizadas podem revelar informações importantes, confidenciais, ou que podem nunca retornar de um transe.

Mas a pessoa não perde seu poder de decisão e, caso queira, consegue sair sozinha do estado hipnótico. Os resultados através das sessões podem ser visualizados em um curto período de tempo e benefícios como qualidade de sono, concentração e armazenamento de memória, controle de estresse e ansiedade.

Assim como também, retoma emoções positivas que antes não eram acessadas.Vícios, distúrbios alimentares, cacoetes, bruxismo, fibromialgia, problemas emocionais em geral, podem ser tratados com a hipnose. O primeiro passo durante a terapia é uma entrevista com objetivo de estabelecer um diagnóstico, nomeada de anamnese. Nessa etapa o hipnoterapeuta e o paciente conversam enquanto é feita uma análise das origens dos problemas enfrentados pela pessoa. O hipnoterapeuta assume a função de intermédio e conduz o foco do paciente ao problema e posteriormente a uma solução.

A busca por emoções reprimidas e o tratamento desses aspectos direcionam ao autoconhecimento e ao reconhecimento de crenças limitantes que instalavam os problemas e afetavam a saúde mental. Após tratar os fundos emocionais negativos a sensação de insatisfação corriqueira se esvai e o paciente pode livremente seguir com sua vida, mas agora, com a certeza de que pode superar seus desafios.

O tratamento só é contraindicado para pacientes com quadros psiquiátricos e problemas neurológicos graves, por isso, quando for consultar com um hipnoterapeuta para tratar do emocional é de bom grado que pesquise por profissionais que também sejam psicólogos e estão aptos para tratar tais pacientes.

ORONILCE DONIZETE FIGUEIREDO JÚNIOR é psicólogo, hipnoterapeuta e proprietário da clínica Auto Domínio.