Dia a Dia

Hilda

POR ASSOCIAÇÃO CULTURAL dos Escritores de Passos e Região Escritores & Cia

15 de Maio de 2021

O vento se entristece quando o rimam com lamento!” – Mario Quintana.

O redemoinho da pandemia nos levou a menina da Ventania. Aquela que roubava os livros do padre para ler. A literatura foi um vendaval em sua vida! Tanto leu que se tornou professora de literatura, escritora, poeta.

Ao vento lançou sua prosa e poesia, qual Cora Coralina, espalhando seus pensamentos pelo ar.

Era uma escritora prolífica. Bastava uma lufada no sono e passava madrugadas debulhando letras, escrevendo, escrevendo, escrevendo…

Hilda era, além, de professora, escritora, amiga, uma pessoa necessária! Acolhia e incentivava novos e velhos escritores, reunia em sua casa amigos das letras. Não por acaso, foi lá as primeiras reuniões da Associação dos Escritores de Passos e Região – Escritores e Cia, da qual é idealizadora e fundadora.

Hilda chegava às nossas reuniões, já na sala do Palácio da Cultura, como a brisa, com seu andar lento e sereno, um sorriso e um brilho nos olhos que denunciavam seu prazer de estar ali, na presença de amigos e na expectativa sempre inspiradora do choque das diversas experiências e vertentes literárias. Um sopro nas velas que movem o barco da produção literária.

Hilda era feliz ali!

Quando escrevemos sobre alguém que se vai, os verbos vão para o passado e as frases ficam mais tristes, como nos sentimos agora.

Para nós, membros da Escritores & Cia!, Hilda Mendonça estará sempre presente, em seus livros, em nossas lembranças, em nosso respeito e deferência à sua presença sempre serena e conciliadora e, especialmente, em nossos corações.

Ventania rima com alegria! Assim Hilda será sempre lembrada, alegre, criativa, inspiradora e inquieta. Uma mulher que, literalmente, escreveu sua história!

ASSOCIAÇÃO CULTURAL dos Escritores de Passos e Região Escritores & Cia!