Dia a Dia

É preciso

POR DÉCIO MARTINS CANÇADO

27 de abril de 2021

Decida, antes que decidam por você,’ era o título estampado na capa de uma revista que trazia, em seu interior, uma reportagem sobre a necessidade que temos, continuamente, de decidir sobre alguma coisa em nossa vida.
No mundo moderno, repleto de opções, não há como fugir dessa situação, nem mesmo adiar certas decisões, pois como já bem disse o velho ditado: ‘saia da frente que atrás vem gente’.

Nada de angústia nem ansiedade. Tudo deve estar calmo, pois se você estiver preparado para entender o que se passa à sua volta, para estabelecer prioridades, analisar os riscos e as possibilidades, as chances de acerto serão muito maiores. Sempre haverá erros e isso é normal, porém, que eles sejam minimizados, pois nem sempre haverá uma segunda chance. Buscar o conhecimento, aprimorar-se, estar sempre aprendendo e evoluindo é, cada dia mais, uma necessidade.

A respeito do conhecimento de uma língua estrangeira, por exemplo, conta-se a seguinte fábula: “Era uma vez um gato que tentava apanhar um rato. O rato, porém, sempre entrava em um buraco e escapulia. O gato, naturalmente, ficava muito frustrado. Até que um dia o rato ouviu uns latidos e saiu tranquilamente de sua toca, certo de que a casa tinha agora um cachorro e de que, portanto, o gato tinha sumido. Foi aí que o gato ‘crau’! Pegou o rato, devorou-o e disse orgulhoso: – No mundo atual, quem não fala uma segunda língua, não consegue nem comer”.

A historinha nos sugere que hoje em dia todos devem estar bem preparados, sob pena de perder ótimas oportunidades de trabalho e de realização pessoal. A escola de seu filho tem que, necessariamente, prepará-lo para a vida. Para tomar decisões. Ensinar apenas os conteúdos básicos, exigidos por lei, é muito pouco.

Entender um texto já é um pequeno começo. Efetuar cálculos envolvendo fatos do cotidiano está inserido no ensino da matemática e já é praticado por muitas escolas, mas, ensinar a tomar decisões depende de que o aluno tenha condições, na família e na escola, de desenvolver suas potencialidades. Depende de cada um dos profissionais que trabalham na escola. Poder contar com professores competentes e engajados na filosofia do estabelecimento é fundamental.

A escolha da profissão é, talvez, uma das decisões mais importantes na vida de um estudante e mexe com a cabeça de todo jovem, e das famílias. Muita coisa já mudou nos exames para ingresso no curso superior, desde o Vestibular tradicional, mas parece que a ansiedade e a expectativa são as mesmas da época de nossos pais. O Colégio Status acompanhou as mudanças, preparando gerações de futuro, desde 1975, quando iniciou suas atividades como Cursinho pré-vestibular.

Ter o apoio dos pais é muito importante na hora de tomar algumas decisões, pois a experiência deles pode ensinar muitas coisas. A relação de amizade com os professores e o método de ensino utilizado fazem com que o aluno tenha a certeza de que tem a melhor preparação. Método de estudo e dedicação fazem a diferença na hora da disputa por uma vaga em cursos superiores muito procurados e em escolas federais.

Mas a preparação para a escolha da profissão, que também é uma opção de ‘vida’, não se dá no final do processo, no Ensino Médio, no Cursinho, ou apenas contando com o apoio dos pais e professores. Ela começa na pré-escola, com uma linha metodológica definida e de qualidade. O aluno inicia seus estudos já se encaminhando para aprender a tomar decisões. Inclusive da escolha de sua profissão.

Se o material didático que o aluno utiliza é atual e completo, como o do Poliedro, que utilizamos há vários anos, se os professores são competentes, com experiência e atualizados através de cursos de pós-graduação e outros, como fazemos questão de ter, se contamos com a experiência da prática educacional de 45 anos, é certo que temos muito a oferecer aos nossos educandos.

É com tranquilidade que asseguramos isso. Com muita paz que desenvolvemos nosso trabalho. É com a consciência da responsabilidade que pesa em nossos ombros, e a certeza do dever cumprido que fazemos essas afirmações e nos empenhamos em melhorar nosso trabalho a cada ano, a cada dia.