Dia a Dia

Dias de medo

POR HÉLDER COSTA PEREIRA

21 de Maio de 2021

Em um dia de sol, uma família moradora de uma cidade do Triângulo Mineiro resolveu visitar a Serra da Canastra. Queriam conhecer a região de perto. Quando eles estavam perto da Casca D’anta, apareceu uma onça pintada.
Eles ficaram com muito medo, pois o pai não sabia como defender os filhos e a esposa contra uma onça daquela espécie desconhecida, pois eram pessoas da cidade. Pegaram suas coisas e saíram correndo pela trilha até chegarem a uma fazenda abandonada. Tiveram que dormir por lá.

No outro dia pela amanhã, todos eles estavam com muita fome e não havia nada para comer. Juntos, saíram à procura de comida. Avistaram um pomar de maçãs lindas e vermelhas, e puderam comer à vontade. Estavam presos naquela velha casa, e a onça a persegui-los, quando tentavam sair. Quando anoitecia, se trancavam dentro da casa e a onça ficava arranhando a porta, tentando entrar. Assim, a família ficou presa por um tempão. Ao serem encontrados, foram embora e nunca mais voltaram àquele lugar, pois ali tudo era assustador e as onças da Canastra só queriam devorar gente.

HÉLDER COSTA PEREIRA faz parte de um grupo de alunos do 3º ano do Ensino Fundamental à 3ª série do Ensino Médio, que no ano de 2018, integrando um grupo organizado pela escritora Maria Mineira, com o apoio da Cooperativa Educacional de São Roque de Minas lançou em 2019: “ Letras da Canastra- Cooperativa Educacional Escrevendo História”. Para adquirir um exemplar entre em contato pelo e-mail: [email protected]