Dia a Dia

Dê passos para a paz no trânsito – Parte 1

POR LUIZ GUILHERME WINTHER DE CASTRO

22 de fevereiro de 2021

Este é o título de uma pequena cartilha feita para a Semana do Trânsito pelo Compass (Companheiros de Passos), com apoio da Secretaria Municipal de Planejamento de Passos, Departamento de Transporte e Trânsito, portanto patrocinada pela Prefeitura Municipal de Passos. Não podemos citar qual foi a gestão municipal porque não há alusão à data.

Há uma série de entidades relacionadas na cartilha que devem fazer parte do Compass. Ocuparia muito espaço aqui para mencionar todas elas. São órgãos ligados à prefeitura, setor de ensino, polícia, clubes de serviços, autoescolas, e outros companheiros mais. O ideal no título seria: “Dê Passos para a Paz no Trânsito de Passos.” Acho, contudo, que a intenção era mais abrangente, era para a região e muito mais. Em alguns itens demos uma nova “cara” à redação. A cartilha tem (ipsis litteris), o seguinte índice: Pedestre – Ciclista – Motociclista – Motoristas – No ônibus / crianças – Direção defensiva / telefones úteis.

Orientações ou conselhos dirigidos aos pedestres

01) Obedecer à sinalização de trânsito.

02) Andar no lado direito nas calçadas, longe do meio fio.

03) Nos acostamentos e onde não houver calçada, andar em sentido contrário ao dos veículos e longe da pista.

04) Para atravessar uma pista, aguardar em cima da calçada até o momento seguro.

05) Não atravessar em lugares de curvas e nem em lugares de manobras.

06) Olhar para os dois lados antes de atravessar uma via.

07) Atravessar sempre em linha reta.

08). Existindo a faixa de pedestre, usá-la sempre.

O9) Locais com semáforos devem ser preferidos e com boa visibilidade.

10) Não passar entre veículos parados, para não dificultar a visão que os motoristas têm dos pedestres.

11) Nunca atravessar uma pista ao descer de um veículo, sem parar e olhar antes.

12) Vendo pessoas idosas, crianças e portadoras de problemas visuais, ajudá-las com discrição, paciência e muito cuidado.

13) Se sair com animais para passeios (geralmente cachorros), levá-los presos.

14) Eduque o seu filho para que ele seja um bom pedestre.


Orientações ou conselhos aos ciclistas

01) Os sinais e regras de trânsito também valem para os ciclistas.

02) Trafegar pela direita, sempre. Em grupo, formar uma única fila, um atrás do outro.

03) Antes de qualquer manobra, sinalizar para alertar e prevenir os usuários da via.

04) Ficar sempre atento à velocidade e à distância dos veículos que se aproximam, deixando que passem ou tenham a preferência.

05) Nas estradas, percorrer sempre no acostamento e no mesmo sentido dos veículos.

06) Em dias de muito vento ou chuva, evitar usar a bicicleta.

07) Nunca se segurar em outro veículo para andar mais rápido, descansar ou suportar uma ladeira.

08) Manter as mãos sempre no guidão da bicicleta, retirando uma das mãos apenas para sinalizar manobra.

09) Manter distância dos veículos à frente.

10) Não trafegar pela calçada, só se estiver desmontado dela. Não andar em “S”, zigue-zague (zigzag, em francês) no meio de veículos.

11) Os quipamentos obrigatórios para as bicicletas são: campainha, retrovisor do lado esquerdo (hoje talvez o direito também), refletores (o olho de gato) na frente, atrás, nos pedais e nas laterais.


Orientações ou conselhos para motociclistas

01) Sempre obedecer à sinalização.

02) Uso constante do capacete, inclusive o passageiro.

03) Estar presente na via de forma que seja sempre visto por outros condutores.

04) Usar as setas para sinalizar a mudança de pista e de direção.

05) Não levar mais de um de um passageiro.

06) Não transportar criança com menos de sete anos de idade (acredito que agora sejam dez anos, é necessário confirmar).

07) Disputar corridas em vias públicas, de forma alguma, é praticar direção perigosa e as consequências são sérias.

08) Se fizer uso de bebidas alcoólicas, nunca pilotar.

09) A motocicleta precisa de manutenção periódica na mecânica e equipamentos. Consultar especialistas para saber.

10) Respeitar o pedestre, ou seja, vidas, ele não possui a velocidade de uma motocicleta.

11) Prestar socorro às vítimas do trânsito. Deixar de fazê-lo, pelo que eu saiba, é omissão de socorro e causa problemas graves ao omissor.

12) São equipamentos obrigatórios nas motocicletas: espelho retrovisor, faroletes, faróis dianteiros, lanternas traseiras, velocímetro, silenciador, buzina, freios, luz de freio, luz de placa e pneus que estejam em condições de uso e de segurança.

LUIZ GUILHERME WINTHER DE CASTRO, professor de oratória e de técnica vocal para fala e canto em Carmo do Rio Claro/MG, ex-professor do ensino comercial com registro no MEC, formado no Curso Normal Superior pela Unipac.