Coluna MG

Valadares articula plano

13 de abril de 2021

A Secretaria de Desenvolvimento e Inovação articula a formulação e implementação de um plano para a recuperação econômica de Governador Valadares no pós-pandemia. Conforme o secretário da pasta, Hilton Manoel, serão desenvolvidos projetos e ações para fortalecer os principais segmentos produtivos da economia local. Segundo ele, para melhorar o ambiente de negócios, o município está formulando legislação sobre desburocratização, transformação digital, educação empreendedora e liberdade econômica. Hilton espera que esses projetos de lei sejam aprovados em breve pelo Legislativo. (Diário do Rio Doce- Governador Valadares)


O que você também vai ler neste artigo:

  • Arcos empenha R$ 6,48 milhões
  • Recuperação de empregos
  • Estudo aponta diminuição de casos
  • Pouso Alegre imuniza 100%
  • Cientistas pesquisam inibidor

Arcos empenha R$ 6,48 milhões

O município de Arcos já recebeu, nesses primeiros meses do ano, para o enfrentamento à Covid-19, o valor empenhado de R$6,48 milhões, incluindo R$ 4,2 milhões empenhados para a Santa Casa de Arcos O secretário municipal de Fazenda, Cleomar Silva, informou que a despesa empenhada é entendida como “orçamento comprometido”. Nesse valor também estão inclusas as despesas de custeio geral e folha de pagamento. (Correio Centro-Oeste- Arcos)

Recuperação de empregos

O Observatório do Trabalho do Norte de Minas constatou que Montes Claros já recuperou os empregos que tinha perdido por causa da pandemia. O professor Rogério Furtado explica que, embora possa parecer estranho no contexto que estamos vivendo em relação à pandemia, o mês de fevereiro de 2021 em Montes Claros foi o melhor mês de fevereiro dos últimos seis anos, no que tange a abertura de novos postos de trabalho e ao saldo positivo entre as admissões e desligamentos de trabalhadores formais. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

Estudo aponta diminuição de casos

O projeto de pesquisa “Indicadores de Covid”, da Universidade Federal de Alfenas (Unifal), divulgado nesta terça-feira, 6, aponta que após três semanas de onda roxa em Minas Gerais, o quadro epidemiológico confirmou indicativos positivos. Poços de Caldas melhorou na tendência do número de casos da 3ª semana comparada com a do primeiro dia da onda roxa, registrando diminuição de 8%. Portanto, o índice da cidade evoluiu do crescimento para a estabilidade. A tendência de mortes permanece crescente, mas há estabilidade na de casos e internações. Das 14 regiões de saúde apenas duas, a Leste e a Oeste, apresentam tendência de crescimento da incidência. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)

Pouso Alegre imuniza 100%

Pouso Alegre foi a primeira cidade entre as mais populosas do Sul de Minas a atingir 100% de imunização na 1ª dose da vacina contra a Covid-19 em idosos acima de 80 anos. Os dados são do boletim do “Projeto Perfil Epidemiológico e Indicadores de Saúde da Universidade Federal de Alfenas”. Três Pontas também fechou o mês acima da média regional, com 98% de cobertura para essa faixa etária. Poços de Caldas (97%), São Sebastião do Paraíso (95%) e Lavras (95%) também aparecem acima da média. Conforme a pesquisa, Varginha fechou o mês com 94% de cobertura, Itajubá (92%), Três Corações (84%) e Passos (80%). (Jornal Diário Regional- Pouso Alegre)

Cientistas pesquisam inibidor

Pesquisadores da Universidade Federal do Triângulo Mineiro, em colaboração com a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), produziram um artigo científico sobre um peptídeo – composto formado pela união de dois ou mais aminoácidos – inibidor do coronavírus, agindo na superfície do vírus, chamada de proteína spike. Segundo o técnico dos laboratórios de Física da UFTM e pesquisador do estudo, Frederico Campos Freitas, a metodologia pode ser utilizada para um teste rápido e de baixo custo de futuros compostos a serem utilizados para minimizar ou mesmo evitar a infecção pelo coronavírus e suas variantes. (Jornal da Manhã- Uberaba)

Rede de Notícias do Sindijori MG