Coluna MG

Procon em Ituiutaba fiscaliza postos

10 de julho de 2021

O Procon deflagrou nesta semana a Operação “Petróleo Real”. A ação é coordenada pelo Ministério de Justiça e Segurança Pública, com a participação do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor – Procon de Ituiutaba, Instituto de Metrologia e Qualidade de Minas Gerais, Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais e Prefeitura de Ituiutaba. Além da qualidade e da quantidade, também estão sendo checadas questões relacionadas à defesa do consumidor como a exposição dos preços reais, se existe desconto ou não com a compra de cartão de crédito, se está pagando mais ou não. (Gazeta do Pontal – Ituiutaba)


O que você também vai ler neste artigo: 

  • Credifor e Crediguapé se unem
  • Tiradentes adapta estrutura no inverno
  • Santa Bárbara higieniza escolas
  • Uberaba tem recorde no habite-se
  • Academias tentam recuperação em GV

Credifor e Crediguapé se unem

O Sicoob Credifor e o Sicoob Crediguapé realizaram Assembleias Gerais Extraordinárias para deliberar sobre o processo de união entre as duas singulares. Os associados aprovaram o projeto de unificação entre as cooperativas, apoiando a proposta das singulares somarem forças, potencializando os resultados apresentados pelas cooperativas. O presidente do conselho de administração do Sicoob Credifor, Júlio Cézar Ribeiro de Andrade, destacou que “o processo de união é aderente às diretrizes de consolidação do Sicoob Sistema Crediminas, que considera a eficiência, estabilidade e crescimento do negócio”, pontuou. (Nova Imprensa – Formiga)

Tiradentes adapta estrutura no inverno

Durante o inverno, o frio em Minas Gerais não é brincadeira. Algumas cidades, como Tiradentes, no Campo das Vertentes, a temperatura pode chegar a rigorosos 5°C e provocar uma sensação congelante. E o frio acabando criando um charme extra para quem procura pelas maravilhas naturais, pelos pontos históricos, pelo ecoturismo e a alta gastronomia da cidade. Nesta época do ano, bares, restaurantes, pousadas e lojas da cidade acabam se adaptando, tanto na logística quanto na estrutura, para receber os clientes e deixá-los mais confortáveis. (MG Turismo – Belo Horizonte)

Santa Bárbara higieniza escolas

No último final de semana, a Equipe da Vigilância Sanitária da Prefeitura de Santa Bárbara do Oeste, realizou a desinfecção de todos os ambientes internos e externos das escolas da rede municipal de ensino. O objetivo da ação, segundo a secretária de Educação, Meire Débora Silveira, é oferecer cada vez mais segurança aos estudantes e profissionais que trabalham nas instituições de ensino. No município, as aulas presenciais foram retomadas no dia 21 de junho. De acordo com Meire Débora, a alfabetização acontece de forma híbrida (presencial e online). Além disso, os estudantes que ainda não foram autorizados pelos pais a voltarem às salas de aula, continuam recebendo todo suporte dos professores através das redes sociais. (Diário de Caratinga)

Uberaba tem recorde no habite-se

Uberaba bateu dois recordes no mês de junho: nas emissões de habite-se e de Alvarás de Construção, foram 150 e 183 documentos emitidos, respectivamente. Os dados são da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan) e superaram os números dos últimos cinco anos, “demonstrando que o mercado da construção civil está aquecido, apesar da pandemia”, avaliou a pasta. O levantamento é realizado mês a mês desde 2017. Em 2021 já foram emitidos 510 Habite-se e 671 alvarás. (Jornal de Uberaba)

Academias tentam recuperação em GV

As academias estão no grupo de atividades mais afetadas pela crise sanitária do novo coronavírus no Brasil. Metade delas está com dívidas em atraso. De acordo com a Pesquisa de Impacto da Pandemia de Covid-19 nas Micro e Pequenas Empresas, realizada pelo Sebrae, 72% das academias alegam que estão com muita dificuldade de manter o negócio. Em Governador Valadares, proprietários de academias acreditam que o cenário vá ter sinais de melhora só em 2022. O setor fitness tem participação importante no fomento da economia local. No entanto, desde março de 2020, início da pandemia da covid-19 no Brasil, o setor só vem contabilizando prejuízos. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)