Coluna MG

Preço do gás tem queda em JF

COLUNA MINAS GERAIS

7 de janeiro de 2022

Uma leve queda no preço do gás de cozinha foi verificada na última pesquisa da Agência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/JF), da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), realizada pelo Departamento de Estudos Pesquisas e Projetos (DEPP). A pesquisa de amostragem foi feita entre os dias 3 e 4 de janeiro em 34 depósitos de diferentes regiões da cidade e teve como objetivo levantar as variações do preço do botijão de gás de cozinha. Segundo o Procon, o menor preço de venda, com retirada no local para o botijão de 13 kg, foi de R$ 87. Já o maior preço de venda, com retirada no local, para o botijão de 13 kg, foi de R$ 110. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

Agência celebra dez anos de fundação

No dia 04 de janeiro de 2012, a gestão metropolitana do Vale do Aço deu um grande passo com a publicação da Lei Complementar que criava a Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana do Vale do Aço. Neste ano, o Vale do Aço celebra os 10 anos de criação da autarquia e as conquistas alcançadas com a gestão metropolitana. Para o diretor-geral João Luiz Teixeira Andrade, a data é um marco não só para a região. Com atuação diversa, a Agência possui entre suas competências a articulação com os municípios da Região Metropolitana e Colar Metropolitano do Vale do Aço, assistência técnica aos municípios, elaboração de estudos técnicos, além de articulação com instituições públicas e privadas. (Jornal Classivale – Ipatinga)

ALMG apoia atingidos por chuvas

A campanha da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) para apoiar as vítimas das chuvas no interior do Estado foi ampliada para municípios de mais uma região e conta agora com um novo parceiro para a entrega dos donativos: a Cruz Vermelha. Municípios do Norte de Minas que também estão em situação de calamidade pública foram incorporados à área atendida pela campanha “Atingidos pelas chuvas”, organizada por meio do programa Assembleia Solidária. A campanha foi criada pelo Parlamento Mineiro no dia 13 de dezembro para socorrer as vítimas das cidades inundadas nos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri, no Nordeste de Minas. (Folha de Sabará)

Movimento das academias cresce

O movimento nas academias de Uberlândia teve um aumento de aproximadamente 60% no primeiro dia útil de 2022 em relação ao ano passado. Segundo os empresários do setor, a expectativa é que a procura aumente ainda mais até o fim do mês de janeiro. A busca por uma vida mais saudável é o principal motivo pelo aumento de matrículas. O presidente da Associação Comercial das Academias de Uberlândia e dono de uma academia na cidade, Douglas de Oliveira, informou que em comparação com o primeiro dia útil de 2020 as academias tiveram um aumento na procura de matrículas de aproximadamente 60% neste ano. (Diário de Uberlândia)

MP quer melhorias no curral

O Ministério Público de Minas Gerais, através da Curadoria de Meio Ambiente de Montes Claros, assinou Termo de Ajustamento de Conduta com a Prefeitura de Montes Claros, onde o município assume o compromisso de realizar melhorias curral municipal. Denúncias do vereador Fábio Neves indicava que animais que estavam no curral estavam sofrendo maus-tratos e sem alimentação. No dia 28, quando foi ao local, foi impedido de entrar. Ele acionou a Policia Militar, que diante da negativa do servidor municipal, deu voz de prisão ao responsável pelo Curral Municipal. Algum tempo depois a Prefeitura comprou alimentos para o Curral Municipal. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros)