Coluna MG

Norte integra rede nacional

26 de julho de 2021

A região ampliada de saúde do Norte de Minas é a primeira do Estado a integrar a Rede Nacional de Laboratórios e Serviços de Saúde de Contagem de Linfócitos T CD4+ rápido. Esses exames, que estão sendo realizados no Laboratório Macrorregional da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, em Montes Claros, são essenciais para estabelecer a imunidade de referência e avaliar resultados clínicos em pacientes infectados com o vírus da imunodeficiência humana (HIV), causador da AIDS. (Jornal de Notícias – Montes Claros)

Câmara apura distribuição de cargos

Vereadores da Câmara Municipal apuram uma distribuição de cargos em troca de apoio político dentro do Departamento de Trânsito em Itajubá. Dentre eles, os parlamentares identificaram problemas dentro da Junta Administrativa de Recursos de Interpostos (JARI), órgão responsável por julgar os recursos de multas aplicadas em condutores de veículos na cidade. Em uma das situações, os parlamentares da Comissão de Segurança Pública identificaram uma dupla contratação de um ex-candidato à Câmara Municipal. (Diário de Itajubá)

Zona da Mata aposta no turismo

O turismo regional é uma das grandes apostas para a retomada da economia, principalmente nos pequenos municípios. Para orientar melhor os gestores da Zona da Mata e incentivar o empreendedorismo no setor, a Associação Mineira de Municípios, a Confederação Nacional de Municípios e o Sebrae participaram do Seminário “Como desenvolver o turismo no seu município”, promovido pela Prefeitura Municipal de Argirita e pelo Circuito Turístico Serras E Cachoeiras, em Argirita. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)

Retorno de servidores da prefeitura

A medida foi publicada em Correio Oficial e tem vigência imediata. A disseminação do Coronavírus pelo mundo gerou uma pandemia histórica, que já se estende por mais de um ano, atingindo as economias e gerando crises em vários países. Em Araguari, muitos servidores da gestão municipal estavam afastados de suas funções ou atuando de forma remota em razão da Covid-19, porém, essa situação começa a mudar a partir desta semana, considerando que muitas pessoas já tiveram a doença e se recuperaram e muitas já foram vacinadas contra o vírus. (Gazeta do Triângulo)

Unec inicia validação de bolsas

Os candidatos contemplados com bolsas de estudo pelos programas Prouni e Fies precisam ficar atentos ao prazo para validação das bolsas concedidas pelo Ministério da Educação (MEC). O Centro Universitário de Caratinga (Unec), mantido pela Fundação Educacional de Caratinga (Funec), está com o processo de validação das bolsas aberto até o próximo dia 28 de julho. A validação é necessária para confirmar os dados cadastrais do estudante no sistema do Prouni, os estudantes devem comparecer à instituição de ensino escolhida, de posse dos documentos que comprovem as informações prestadas. (Diário de Caratinga)

Lei se torna mais rígida

Alterações de nomes de ruas em Ipatinga terão novos critérios. Isso porque os representantes da Câmara Municipal aprovaram o Projeto de Lei nº 128/21, que altera a Lei nº 2.343, de 21 de agosto de 2007, que dispõe sobre critérios para denominação de logradouros, prédios públicos, obras, serviços e monumentos públicos, informou a Casa Legislativa. É papel do Legislativo aprovar a denominação de vias públicas e homenagear aquelas pessoas que fizeram algo em prol do município. Segundo a nova redação da Lei nº 2324/07, passam a ser proibidas alterações nas vias públicas que contenham mais de cinco estabelecimentos comerciais, escritórios, consultórios e similares. (Diário do Aço – Ipatinga)

Abertura de sindicância

A Prefeitura de Uberaba cria comissão de sindicância investigativa especial para apurar possíveis irregularidades em contratação da Fundação de Ensino e Pesquisa de Uberaba (Funepu) para gerenciamento das Unidades de Pronto Atendimento do Município (UPAs). No decreto que oficializou a medida a administração municipal ressalta que houve um aditivo no contrato e posiciona que existe “a necessidade de promover minuciosa análise de efetivo cumprimento do convênio pela Funepu. O texto também informa que é preciso apurar eventuais irregularidades na gestão das UPAs, mas não especifica os fatos que levaram à abertura do procedimento. (Jornal da Manhã – Uberaba)