Coluna MG

Lei do Polo Cloroquímico é sancionada

23 de junho de 2022

O prefeito Odelmo Leão sancionou a lei que institui o Polo Cloroquímico em Uberlândia e desafeta do domínio público uma área de 79 mil m² no bairro Industrial. O terreno, avaliado em pouco mais de R$ 20,1 milhões será adquirido por três empresas da cidade, que terão um desconto de 60% e pagarão algo em torno de R$ 8 milhões ao Município para ter direito ao espaço. O projeto prevê a alienação do terreno para as empresas: Bauminas Química Ltda, Chlorum Minas Gerais Indústria e Comércio de Cloro e Álcalis Ltda e Limpesa Empreendimentos Imobiliários e Incorporações Ltda. (Diário de Uberlândia – Uberlândia)

 

Associação suspende as atividades

A Apaf (Associação Protetora dos Animais de Formiga) anunciou a suspensão de suas atividades em decorrência das dívidas contraídas pela entidade. De acordo com informações do portal Tribuna Centro-Oeste, a associação mantinha suas atividades em prol dos animais de rua a partir de doações e verbas destinadas por políticos engajados com a causa animal. No entanto, com o grande número de acidentes e atropelamentos registrados recentemente, as verbas e doações não foram suficientes para cobrir os gastos da entidade. (Últimas Notícias – Formiga)

 

GV inicia a obra da Lagoa do Figueira

A Prefeitura de Governador Valadares anunciou o início de uma obra com previsão de atingir diretamente moradores dos bairros Figueira do Rio Doce, Penha e região. Segundo a Administração Municipal, haverá uma nova Lagoa do Figueira, cuja obra será executada pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos. A lagoa será cercada por guarda-corpos de madeira e contará com um paisagismo que transformará o espaço, deixando-o semelhante a um parque natural. De acordo com a Prefeitura, o projeto da obra prevê um ambiente que contará com academia da terceira idade, playground para as crianças e uma extensa área verde. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

 

Gaeco apura desvio de valores em Uberaba

Com investigação em andamento para apurar possível desvio de recursos do Fundo Municipal de Manutenção de Máquinas (Fundomaq), o Ministério Público cumpriu seis mandados de busca e apreensão em Uberaba ontem. Foram apreendidos nove celulares, três notebooks e documentos para apurar se há indícios de apropriação indevida dos valores pagos pelo serviço prestado por tratores da frota municipal. Ninguém foi preso durante a operação. Um inquérito civil foi aberto no ano passado para investigar denúncia de uso indevido dos valores pagos pelos produtores rurais em contrapartida ao serviço prestado com o maquinário público. (Jornal da Manhã – Uberaba)

 

Ipatinga reestuda horário do comércio

A modernização e aperfeiçoamento da lei de funcionamento do comércio de Ipatinga foi o tema que norteou uma reunião do prefeito Gustavo Nunes com empreendedores de diversos segmentos, na sede Aciapi-CDL – Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e de Prestação de Serviços e Câmara de Dirigentes Lojistas. Durante o encontro, o chefe do Executivo ipatinguense iniciou o debate sobre uma flexibilização de horários para que os comerciantes possam estender seu expediente aos domingos e, assim, oferecer mais opções de compras ao público. (Diário do Aço – Ipatinga)