Coluna MG

Exposição manga-larga em Itatiaiuçu

7 de Maio de 2021

A 6ª Exposição Especializada do Cavalo Mangalarga Marchador será realizada entre 11 a 15 de maio, no Parque de Exposição João Belo de Andrade, em Itatiaiuçu. O evento é especializado e voltado ao público interno da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Mangalarga Marchador, ou seja, aos associados criadores da raça mangalarga marchador. Ainda que prevista a entrada do público externo, não haverá atrações voltadas a visitantes, como shows e outras atividades. Além disso, os protocolos de proteção contra a Covid-19 serão respeitados. (Folha do Povo – Itatiaiuçu)


O que você também vai ler neste artigo: 

  • Hospital abre 46 vagas
  • Contestação de IPTU tem consequências
  • Prefeitura convoca enfermeiros
  • Setor de casamentos em crise
  • Serviço oferece lar para crianças

Hospital abre 46 vagas

Após a Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu) assumir a administração do Hospital de Campanha para enfrentamento da covid-19, alguns servidores de outros setores retomaram suas funções nas devidas repartições e outros tiveram os contratos encerrados. Assim, a instituição divulgou um edital de processo seletivo que deve promover 46 novos cargos para técnicos em enfermagem, enfermeiros, porteiros, recepcionistas, maqueiros e outros. As remunerações chegam a R$3.400 mensais. (Gazeta do Triângulo – Araguari)

Contestação de IPTU tem consequências

Um imbróglio judicial envolvendo o município de Timóteo e a empresa Aperam South America pode interferir na negociação salarial dos servidores públicos. Isso porquê a administração municipal foi surpreendida pela decisão da siderúrgica de contestar os valores do Imposto Predial, Territorial e Urbano (IPTU) de 2021. De acordo com o Executivo, com o déficit milionário, o poder público fica impedido de fazer a recomposição do funcionalismo, visto que a situação econômica se complicou após a empresa decidir depositar, em juízo, somente um terço do valor referente ao IPTU, representando cerca de R$5 milhões. Anterior a decisão, o pagamento era de, em média, R$15 milhões. (Diário do Aço – Ipatinga)

Prefeitura convoca enfermeiros

A Prefeitura de Juiz de Fora divulgou nova lista de convocação para a contratação temporária e imediata de profissionais da saúde em decorrência da pandemia causada pela covid-19. Na ocasião, foram convocados 17 enfermeiros aprovados em concurso público regulamentado pelo edital 01/2016. A publicação foi divulgada no Atos do Governo e está disponível para consulta no site da prefeitura. Independente dos profissionais assumirem ou não a vaga temporária, a classificação no concurso público deve ser mantida. (Tribuna de Minas – Juiz de Fora)

Setor de casamentos em crise

Desde março de 2020, logo no início da pandemia do novo coronavírus, empresários do setor de casamentos lutam para manter seus negócios. Em Governador Valadares, o Decreto Municipal não permite a realização de eventos. Salões de beleza, floriculturas, buffets e salões de festas continuam sofrendo prejuízos com as restrições. Empresários do ramo pedem a revisão do decreto, principalmente agora, neste mês de maio, considerado o mês mais procurado para a realização de casamentos. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Serviço oferece lar para crianças

O serviço “Família Acolhedora”, executado pela Prefeitura de Montes Claros, oferece lar temporário para diversas crianças residentes na cidade, vítimas de violações de direitos, implicando em abandono, exploração e abuso sexual. Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), “é direito da criança e do adolescente ser criado e educado no seio de sua família e, excepcionalmente, em família substituta, assegurada a convivência familiar e comunitária, em ambiente que garanta o seu desenvolvimento integral” e, com isso, o município conta com 13 famílias habilitadas para o acolhimento. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros)

Rede de Notícias do Sindijori MG