Coluna MG

Comitê ajuda o comércio

29 de abril de 2020

Poços de Caldas vai flexibilizar alguns comércios e prestação de serviços a partir desta sexta-feira (1 de maio). E para que comerciantes, empreendedores e empresários possam enfrentar a crise gerada pelo coronavírus da melhor maneira possível, e com unidade de esforços, o prefeito Sérgio Azevedo criou o Comitê Municipal Extraordinário de Apoio à Iniciativa Privada. “Este Comitê tem o mesmo peso que o Comitê da Saúde. É um Comitê que vai ajudar na recuperação do nosso comércio. Um elo entre o setor público e a iniciativa privada para que a nossa economia seja retomada o mais rápido possível”, declarou o prefeito. (Jornal da Mantiqueira – Poços de Caldas0

MPF contra flexibilização

O Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública, com pedido de liminar, contra o município de Teófilo Otoni e a União, para que seja suspenso o Decreto Municipal que alterou política de Distanciamento Social Ampliado (DSA), prevista no Decreto Municipal que instituiu o regime de Distanciamento Social Seletivo (DSS), flexibilizando as medidas de enfrentamento e prevenção à epidemia de Covid-19. O MPF pede, também, que o município se abstenha de adotar qualquer medida que autorize o funcionamento de atividades não essenciais, enquanto durar o Estado de Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (Espin). (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Secretaria organiza feira

Desde a última semana, a Secretaria Municipal de Agricultura da Prefeitura de Machado organizou os feirantes do entorno do Terminal Rodoviário de Machado, da Praça São Benedito, das imediações do CIC e do Jardim das Oliveiras a utilizarem máscaras e isolarem as proximidades das barracas com fitas de sinalização. “São medidas para dar mais segurança sanitária aos trabalhadores e aos fregueses das feiras”, resumiu o secretário de Agricultura, Luís Henrique Pimenta, o Zhen. (Folha Machadense)

Taxa de letalidade é de 7,8%

Já são nove óbitos em decorrência da Covid-19 e 115 casos confirmados em Uberlândia de acordo com o boletim municipal divulgado na segunda-feira, 27. Com isso, a taxa de letalidade do novo coronavírus na cidade é de 7,8%, percentual acima da média estadual (4%) e nacional (6,8%). Os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) mostram que a cidade tem 3.616 notificações suspeitas da doença, colocando a cidade como a terceira do estado em casos suspeitos até o momento. Em contrapartida, 1.174 outros casos deram negativo para a contaminação do vírus. (Diário de Uberlândia)

Uberaba tem menos óbitos

As mortes causadas por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) tiveram um aumento de 360,8% em Minas Gerais desde 8 de março. Os dados sobre o aumento são da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen Brasil). De acordo com a Arpen Brasil, no mesmo período do ano passado, ocorreram 23 mortes por SRAG. Neste ano, nesse intervalo de tempo, os óbitos são 106. Na contramão do Estado, em Uberaba, nenhuma morte por SRAG havia sido computada em 2019 entre os dias 16 de março e 28 de abril, enquanto neste ano somente uma aparece no registro.