Coluna MG

Baixa adesão da greve sanitária

15 de julho de 2021

Uma única escola estadual em Araguari aderiu à greve sanitária dos professores deflagrada pelo SindUTE. Em outras unidades houve profissionais e educadores que individualmente também escolheram seguir a decisão do sindicato. A greve sanitária foi adotada após mudanças nas regras do programa estadual Minas Consciente, autorizando o retorno às aulas presenciais em escolas da rede pública estadual, dentro do modelo híbrido (escalonado), e previsto para regiões que se classifiquem na Onda Amarela, Vermelha ou Verde do plano. (Gazeta do Triângulo – Araguari)


O que você também vai ler neste artigo: 

  • Unileste oferta vagas de emprego
  • Voluntários acompanham pacientes
  • Pirapora atende moradores
  • Acia pede revisão de contrato
  • Univale revitaliza escadaria

Unileste oferta vagas de emprego

O Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais (Unileste) informa que abriu processo seletivo para contratação de profissionais de quatro áreas. É ofertado uma vaga para auxiliar audiovisual, auxiliar administrativo, docente e duas para jardineiro. Os interessados precisam se cadastrar no site www.unileste.catolica.edu.br. Ensino médio completo é necessário para concorrer à oportunidade para auxiliar audiovisual e auxiliar administrativo. Já as vagas de jardineiro, requer ensino fundamental completo. Experiência e formação na área de atuação, será um diferencial. Todas as oportunidades são para atuar no campus Coronel Fabriciano. (Diário do Aço – Ipatinga)

Voluntários acompanham pacientes

Após a mudança de gestão do Serviço Integrado de Saúde Dona Maria Modesto Cravo (antigo Sanatório Espírita de Uberaba) para o Mário Palmério Hospital Universitário, em Uberaba, outro projeto em andamento na unidade é o fortalecimento da Associação de Voluntários, presidida pelo psicólogo Sérgio Marçal. A intenção do coletivo é dar prosseguimento ao atendimento do paciente após a alta clínica, oferecer o amparo necessário e garantir a manutenção de recursos do Sanatório. A Associação supre o gargalo de atendimento da gestão da Uniube, que nem sempre pode atender os pacientes recém-recuperados. Esses preceitos humanitários garantem que não seja apenas combatido o adoecimento mental, mas prevenido e evitado. (Jornal da Manh㠖 Uberaba)

Pirapora atende moradores

A Prefeitura de Pirapora, por meio da Secretaria da Família e Políticas Sociais, deu início a uma série de ações voltadas para o cuidado das pessoas em situação de rua, a partir da doação de alimentos, álcool em gel, agasalhos e cobertores. O trabalho realizado pela Secretaria da Família e Políticas Sociais (SEFAM), por meio da equipe de referência do Centro Pop, conta com o apoio e colaboração da Guarda Civil Municipal e Defesa Civil. O Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua (Centro Pop), funciona de 7h às 14h na Avenida São Francisco, número 1462, bairro Nossa Senhora Aparecida. (Gazeta Norte Mineira – Montes Claros)

Acia pede revisão de contrato

Devido a uma série de reclamações, a Associação Comercial e Industrial de Poços de Caldas (Acia), por meio do presidente Carlos Cobra, está pedindo ajuda ao Legislativo para que o contrato com a empresa que administra a Zona Azul na cidade seja revisto. Uma das reivindicações é que a placa seja desvinculada do número da vaga, isso facilitaria quando a pessoa mudasse de local para estacionar. Através do aplicativo o funcionário da zona azul teria condições de saber se o usuário ainda tinha pagamento em andamento e não o multasse caso trocasse de vaga. Outro pedido para revisão é a criação de mais bolsões para motos, além do pedido de que que no sábado o serviço funcione até 13h, ficando liberado nos demais horários. (Jornal da Mantiqueira – Poços de Caldas)

Univale revitaliza escadaria

Cheias de desenhos, cores e muita vida: foi assim que ficaram as escadarias do Buracão – comunidade localizada no bairro Carapina, em Governador Valadares – depois da intervenção dos alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo da Univale. A ação contou com a participação voluntária de alunos e professores da universidade, além da colaboração de moradores do local. A atividade tem como objetivo melhorar a qualidade de vida dos moradores do Buracão, principalmente das crianças, que usam as plataformas das escadas como espaço para brincadeiras. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)

Rede de Notícias do Sindijori MG