Agronegócio Destaques

Prefeitura realiza 3º Concurso Café de Qualidade

27 de novembro de 2021

Premiação tem o intuito de valorizar o café que é produzido na região./ Foto: Reprodução.

A Prefeitura de São Sebastião do Paraíso, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Agropecuário (Sedeagro), promoveu na noite de quinta-feira, 25, no Teatro Municipal Sebastião Furlan, o 3º Concurso Municipal Café de Qualidade. O evento premiou os cinco melhores lotes de café, de um total de 20 finalistas.
O objetivo do concurso, bem como o selo “Paraíso dos Cafés Finos”, instituídos pela Lei Municipal 4.692, é poder atestar a qualidade dos cafés que são produzidos em nossa região, valorizando ainda mais o produto dos cafeicultores — fruto de muito esforço e dedicação.

Conforme o chefe do Departamento de Agropecuária do Município, Marco Aurélio Alves de Paula, o intuito do Concurso é também poder colaborar para o aumento da renda desses produtores e qualidade de vida, além de fomentar o comércio agropecuário do nosso Município.

“Estamos conseguindo atingir o objetivo, desde que começamos com o Concurso, buscando valorar mais o produto em nosso município. Com isso, ano a ano, nossos produtores rurais vêm conseguindo melhores preços nos seus lotes de café. É um trabalho de toda a equipe da Administração e dos nossos parceiros, que não medem esforços para que o Concurso aconteça”, destaca.

Conforme destaca o prefeito Marcelo Morais, o concurso é importante para valorizar, principalmente, a economia local.

“A nossa produção, que gira em torno de 600 mil sacas em um ano bom, além da comercialização do produto, que é cerca de três milhões de saca por ano, mostra a força do café para a nossa cidade. Com o concurso, queremos dar o reconhecimento os nossos produtores rurais, e buscar melhorar a cada ano para que o concurso sempre seja um sucesso”, finaliza.

Finalistas

O 5º melhor lote foi do produtor rural Pedro Antônio Dutra, que recebe da Via Verde Agronegócio um mapa de uso e ocupação de solo. Em 4º lugar ficou o produtor rural Lauro Sérgio Zanin, que recebeu das empresas Magrão Agro e Cimaper Poços Artesiano um pulverizador elétrico e guinchada de bomba para poço artesiano.

Em terceiro, foi premiado o produtor rural Lenine de Souza Furtado, que recebeu do Sicred um medidor de umidade. Em segundo ficou Aldo Braghini Junior, que recebe do Sicoob Nossocrédito uma pazinha traseira, uma roçadeira manual, dois sopradores e um adubador costal.

O grande finalista foi o produtor rural Pieter Johannes Marie Keijsers, que recebeu da Comissão Realizadora – composta pela Caffer, Coopercitrus, Nova América, Olam Coffee, Peneira Alta, Volcafe e OfI – uma roçadeira e tratamento para cinco hectares com produtos para fortalecimento e tratamento da lavoura.