Agronegócio Destaques

Programa de assistência contempla setores de café e leite em Passos

15 de julho de 2022

Reunião de sensibilização para cafeicultores no bairro rural da Mumbuca./ Foto: Divulgação.

PASSOS – A cidade de Passos ganhou dois grupos do Programa de Assistência Técnica e Gerencial: um do ATeG Café+Forte e outro do ATeG Balde Cheio. Os trabalhos serão realizados no município em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais (SinRural). Trinta produtores de cada cadeia produtiva serão beneficiados com a assistência, que é gratuita. Os cafeicultores receberão atendimento por quatro anos, enquanto os pecuaristas receberão por dois.

Os programas começam simultaneamente na segunda quinzena de julho. Os cafeicultores dos bairros Mumbuca, Engenho Velho, Tanquinho e Águas receberão a primeira visita da técnica Amanda Moraes entre os dias 18 e 22 deste mês. O perfil dos produtores vai de propriedades com 2,5 hectares a 36 hectares de café.

Para o presidente do Sindicato Rural, Darlan Esper Kallas, falar do ATeG Balde Cheio e Café+Forte “é falar de bons programas”. “Nós participamos do lançamento do ATeG Balde Cheio e vimos a vontade e a garra dos produtores e do técnico que vai realizar o programa, todos com muito boa vontade. No ATeG Café+Forte a sensação foi a mesma, com a alegria dos produtores em receber assessoria. O Brasil é mais forte com o agronegócio forte. É importante investir em educação, na cultura e, também, no preparo da produção, porque produzindo mais nós ganhamos mais”, analisou Darlan Kallas.

As reuniões de sensibilização, quando o programa é apresentado em detalhes para os interessados, foram conduzidas pelo gerente regional do Sistema Faemg em Passos, Rogger Coelho.